Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Setembro, 2011

aceda ao regulamento aqui

Anúncios

Read Full Post »

efeito fotoelétrico

O efeito fotoelétrico foi observado pela primeira vez em 1887 por Heinrich Hertz, apesar disso, o primeiro ser humano a conseguir dar uma explicação satisfatória para esse efeito foi Albert Einstein em 1905, trabalho que contribui também para o prémio Nobel da Física em 1921.

Todos os eletrões de um átomo possuem um valor de energia necessária para ser removido. O efeito fotoelétrico consiste na emissão de eletrões por parte de átomos quando sobre eles incide uma radiação eletromagnética (por exemplo, a luz) com energia igual ou superior à energia de remoção desse metal. A maior dúvida sobre este efeito era quando se aumentava a intensidade dos fotões: não retirava os eletrões do metal com maior energia cinética, mas o aumento da intensidade da radiação eletromagnética causava o aumento do número de fotões incidentes, o que por sua vez provocava o crescimento do número de eletrões ejetados.

clique para aceder a um simulador do efeito

O descobrimento do efeito fotoelétrico possibilitou ao ser humano variadas aplicações como, por exemplo, sistemas de alarme que ligam e desligam automaticamente, controles remotos, portas e luzes automáticas, que são ativadas ou não conforme se incide a luz.

É necessário perceber também como funciona o efeito fotoelétrico nestas aplicações. Estas aplicações funcionam através de uma célula fotoelétrica, que é um dispositivo que possue a capacidade de transformar a energia luminosa em energia elétrica. Esta célula pode funcionar como um sensor capaz de medir a intensidade luminosa, como no caso da utilização em centros comerciais.

Cláudio Zacarias,  12ºC

foto daqui

Read Full Post »

Read Full Post »

Dia 25 de Setembro 2011, na revista Pública, Daniel Sampaio escrevia assim, sobre a Educação Indulgente:

O Dicionário Houaiss define “indulgente” como “aquele que tem disposição para desculpar ou perdoar; clemente”. A etimologia da palavra relaciona indulgente com aquele “que se entrega, inclinado, propenso”. Não encontro melhor palavra para definir muitos aspectos da educação de hoje. Preocupados com o (des)emprego, com alguma falta de tempo mas muito afecto, os pais de agora preferem deixar correr a tomar uma medida correctora ou a traçar uma fronteira. É certo que, na maioria dos casos, se interessam muito pela instrução dos filhos e questionam os mais novos sobre a sua vida escolar; mas esquecem que, para além da instrução, a educação se deve preocupar com a formação do carácter. E há muito de aprendido (ensinado) nessa parte da personalidade a que convencionámos chamar “carácter”(…)

Aceda ao resto do artigo aqui

Post original de José Paulo Santos no Interactic 2.0

Read Full Post »

clique para aceder a todas as informações e ficha de inscrição

Read Full Post »

A Noite Europeia dos Investigadores (NEI) permite a cientistas e público geral conviverem num ambiente descontraído. A troca de ideias e experiências que a NEI proporciona pretende contribuir para a construção de uma imagem mais saudável dos investigadores junto do público e demonstrar que, afinal, a ciência não é tão complicada quanto se julga.

clique para aceder ao site com toda a informação

Read Full Post »

Aceda ao programa e à Ficha de inscrição

Read Full Post »

Older Posts »