Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Janeiro, 2009

Ouvir música é realmente um dos meus passatempos favoritos, daí ter sido difícil escolher uma música ou cantor favoritos… Contudo, há realmente uma que me diz mais que todas as outras, chama-se Fate e é interpretada por uma cantora algo conhecida por ter composto a banda sonora de Homem AranhaAna Johnson, e ainda um grupo finlandês, Blake. Esta música faz ainda parte da banda sonora de um filme chamado Jade Warrior, filme este sobre lutas e espécies encantadas que estreou apenas na China e Finlândia, contendo assim espectaculares paisagens destes dois países.

Embora pareça ter um significado bastante triste, a letra desta canção foi o que me fez gostar dela. É uma canção bastante sentimental, que trata de saber viver a vida, aceitando o destino e lidando com o passado. É realmente uma excelente música, e espero que vos tenha suscitado algum interesse! Se quiserem ouvir, basta clicarem abaixo.

Sara Caldeira, 12ºA


Anúncios

Read Full Post »

 

Catita

adjectivo (quando não é substantivo…). 1. que ou quem se veste bem; 2. bonito, atraente, bom; 3. mastro próximo da proa ; 4. pequena vela içada no mastro catita (vela da catita); 4. prisão; 5. exprime aprovação, óptimo, excelente, lindo; 6. pequeno marsupial sul-americano.

Read Full Post »

Numa altura em que tanto se fala de Economia, achámos o tema bem a propósito para esta nova Estante, contando assim com as sugestões comentadas da nossa colega Paula Teixeira acerca de algumas das nossas últimas aquisições.

……………………………………………………………………………………………………………………………………..

Joseph E. Stiglitz,  Globalização, a Grande Desilusão, Lisboa, Terramar, 2002

globalizacaoHoje em dia todos falam de GLOBALIZAÇÃO.

É sem dúvida, um fenómeno complexo, gerador de riqueza, para alguns, factor de agravamento de desigualdades, para outros.

Para Joseph E. Stiglitz, Prémio Nobel da Economia em 2001, muitas questões se colocam:

Num mundo cada vez mais global quem zela pelo bem-estar global?

Quem impõe a procura da equidade na distribuição dos benefícios?

Faz uma abordagem crítica à forma como o processo da globalização tem sido gerido por instituições como o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional.

Considera que enquanto o crescimento económico não se traduzir em desenvolvimento o “descontentamento grassará”.

Recomenda-se a todos: aos “desiludidos” e também àqueles que ainda acreditam que a Economia pode ser uma “ciência útil”…

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

José Carlos Soares, Dicionário de Economia, Lisboa, Plátano Editora, 2008dicionario

Deflação, output gap, leasing, rating

Não sabe o que estas expressões significam?

Tem agora a oportunidade de adquirir alguns instrumentos fundamentais para descodificar a terminologia económica que nos invade o quotidiano.

Não hesite! Consulte-o, sempre que alguma dúvida surge!

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

atlasPascal Boniface (Dir.), Atlas das Relações Internacionais, Lisboa, Plátano Editora, 2005

Qual será o futuro da Rússia?

Será possível a paz no Médio-Oriente?

Serão os EUA uma potência hegemónica?

Esta obra ajuda a descodificar os grandes acontecimentos e as principais tendências da evolução do mundo contemporâneo.

Indispensável para melhor compreender os mecanismos e relações de poder do nosso ambiente internacional.

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

china1John Farndon, O Despontar da China, Lisboa, Plátano Editora, 2007.

Não interessa se é gato preto ou branco: desde que apanhe ratos, é um bom gato

Deng Xiaoping

Venha conhecer como uma das mais antigas civilizações do Mundo, apostando no modelo “um país, dois sistemas”, se transformou numa economia emergente que, apesar das múltiplas contradições internas, ameaça a hegemonia das potências ocidentais…

Profª Paula Teixeira

Read Full Post »

Este filme relata a história de um espião britânico que é contratado pelo primeiro-ministro do seu país, que fica encarregue de guardar e proteger as jóias reais da coroa inglesa.

johnny-englishO papel de agente secreto é interpretado pelo mesmo actor de Mr. Bean (Rowan Atkison), logo, como era de esperar, este filme é todo ele uma grande comédia com diversas cenas de acção à mistura.

É de salientar que English é escolhido devido ao facto de ser o único agente secreto existente em todo o país, visto que os restantes faleceram devido a um atentado planeado pelo empresário francês (Pascal Sauvage), na tentativa de se apoderar das jóias reais inglesas e por sua vez do trono Britânico.

Num jantar organizado pela Rainha de Inglaterra com o objectivo de  mostrar as jóias da coroa já restauradas, English vê um potencial suspeito e acciona o alarme que fecha a vitrina onde as jóias da realeza estão guardadas, mas eis que ocorre o impensável: no meio de tanta segurança  e confusão os assaltantes escavam um túnel com vários metros de altura e a partir dele retiram as jóias sem ninguém se aperceber.

É a partir deste preciso momento que English e o seu braço direito Both iniciam a mais engraçada e hilariante missão de espionagem alguma vez vista.

Não vou divulgar mais cenas do filme, visto que uma imagem vale mais do que mil palavras daí eu a aconselhar que o vejam.

Diogo Seixas 12ºA

Obrigado ao Diogo pela sugestão e, já agora, para quem gosta de Rowan Atkinson, aqui fica um clássico bem a propósito: Mr. Bean na Biblioteca 😀


Read Full Post »

Oana-hatherly_labirinto-de-letras_1994-726782 grupo de Português está a promover um Concurso Literário entre os alunos da nossa escola. Podes entregar o teu texto até 20 de Fevereiro ao teu professor de Português ou na recepção do Pavilhão A.

Os textos em prosa não deverão exceder 1 página A4 e 2 páginas para  caso da poesia, em letra Arial 12 com espaço de 1,5. Serão apreciados segundo a sua originalidade, qualidade literária e técnica. Se tens vontade de escrever ou já tens alguma coisa na gaveta à espera de perder o pó, só tens de entregar o teu texto num envelope assinado com um pseudónimo e o teu verdadeiro nome noutro envelope. Haverá prémios para os primeiros três classificados em cada uma das categorias: Ensino Básico e Secundário.

Se quiseres tomar conhecimento do regulamento completo, consulta a última edição do Jornal da Escola ou dirige-te às Profs. Isabel Vinhas, Eva Conde ou Ana Duarte.

Mãos à obra, escritores!

Read Full Post »

Capa de uma edição de "Os sofrimentos do Jovem Werther"

“Concentro-me e encontro um mundo em mim mesmo”

Após a leitura do livro Os Sofrimentos do Jovem Werther, de Johann Wolfgang Goethe, cheguei à conclusão de que o livro é muito romântico, explícito e atractivo desde o início da sua leitura até ao final.

Este livro fala de um senhor chamado Werther, pobre alma imaculada que sofre uma enorme paixão correspondida mas não concretizada por Lotte. Werther, com o decorrer do tempo, começa a enlouquecer desta paixão extravagante e idílica, fazendo até inúmeros esforços para evitar alimentá-la e afastando-se de Lotte. Werther no final não suporta este sofrimento e suicida-se…

Este romance mostra-nos muitas vezes o que acontece quando amamos alguém e não conseguimos ser amados, casos que ocasionalmente ocorrem na sociedade contemporânea e que dão direito a certos actos de loucura…

Retrato de Goethe

Retrato de Goethe

Rui Freitas, 11ºH (Curso Profissional de Turismo)

Read Full Post »

Por sugestão da Rede de coordenadores de bibliotecas escolares dos concelhos de Almada e Palmela, aqui fica o registo de um síto interessante para professores, alunos, escolas e pais promoverem uma utilização segura da internet. Neste sítio pode encontrar informações, sugestões e materiais para uma responsável utilização deste recurso já tão generalizado.

Dê uma espreitadela seguindo a ligação abaixo…

apresentacao1

Read Full Post »

Older Posts »