Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Teatro’

TEATRO

clica para saber mais

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

al

folheto informativo com o regulamento       ficha-de-inscricao    site

Read Full Post »

df

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

doc579

Read Full Post »

uma aventura literária (mais…)

Read Full Post »

mail_289

clique para aceder ao site

Read Full Post »

Foto Meu Fado GITTO meu fado – muito mais do que uma pirosa estória de amor, peça de co-autoria do nosso colega Carlos Amaral, será levada à cena nos Recreios Desportivos da Trafaria dia 22 novembro, 6ªfeira, às 21:30H ; 23 novembro, sábado, às 21:30H ; 24 novembro, domingo, às 21H ; 29 novembro, 6ªfeira, às 21:30H ; 30 novembro, sábado, às 21:30H ; 1 dezembro, domingo, às 16:00H ; 6 dezembro, 6ªfeira, às 21:30H ; 7 dezembro, sábado, às 21:30H ; 8 dezembro, domingo, às 16:00H.

Para lá do tema nuclear, o Fado, esse elemento chave do nosso (português) património imaterialidade da humanidade, refletimos sobre outras realidades sociais da atualidade como os problemas do desemprego juvenil, os maus-tratos sobre as mulheres, as relações humanas e questões filosóficas como a eterna procura do par amoroso e a busca da inspiração para a criatividade artística. No fundo, defendemos que através da arte em geral, e da poesia em particular, procuramos encontrar soluções para os problemas humanos.

Todas estas ideias são veiculadas através de doze personagens que num ambiente de casa de fado, de rua ou de espaços imaginários vão, através de uma série de acontecimentos e peripécias argumentativas, expondo os seus conluios, divergências e conflitos abertos.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

  • Autor: Carlos Amaral, José Teixeira, Xico Braga
  • Encenação: Carlos Amaral, Ana Guerra, Bia Sousa, Gabriel Coelho, José Teixeira, Mila Bernardes, Paulo Miranda, Raquel Fonseca, Rosa Duarte, Rute Moura, Victor Mioma, Xico Braga
  • Músicos: José Carita e Paulo Miranda
  • Cenografia: Victor Mioma
  • Guarda Roupa: Bia Sousa
  • Produção Executiva: GITT

Fonte: Carlos Amaral e Mostra do Teatro de Almada 2013

Read Full Post »

Apesar do tempo da ação da peça Felizmente há luar, de Luis de Sttau Monteiro ter lugar em inícios do séc. XIX, a analogia com o período vivido em Portugal antes do 25 de Abril de 1974 é incontornável.  Aqui fica o registo de um trabalho sobre essa obra, realizado pelas alunas do 12º ano do Curso Profissional de Técnicos de apoio à Infância da ESDS,  para evocar este dia, transcorridos 39 anos, e lembrar que felizmente há abril…

Read Full Post »

clique para aceder a toda a informação

Read Full Post »

clique para mais informação

Read Full Post »

O grupo de Português, a BE da ESDS e a sua Oficina de Expressão Dramática reuniram esforços para levar a cabo o intenso programa das Jornadas do Livro e da Poesia, realizadas entre os dias 17 e 27 do passado mês de Abril.

O programa teve início com a montagem da Feira do Livro na zona de acolhimento da BE e, apesar da crise, os preços convidativos e a oferta variada não desiludiram os seus promotores, dado que nunca faltaram leitores interessados.

Nos dias seguintes, a Poesia invadiu literalmente todos os espaços da escola lembrando as pessoas do poder desta linguagem: foram lidos poemas em todas as salas de aula, promovidas declamações em diversas zonas da escola, começando pela BE e passando pela sala dos professores. Esta iniciativa congregou diversos professores do grupo de Português, um sem número de alunos, nomeadamente os da Oficina de Expressão Dramática, liderados pelo professor Carlos Amaral, que impressionou as diversas audiências expontâneas com a declamação encenada de um dos seus poemas.

No dia 24, o encontro com a escritora Mª. João Lopo de Carvalho culminou um projeto de leitura da coleção de que é coautora – 7 irmãos. Alunos de diversas turmas de 7º e 8º ano desenvolveram ao longo dos últimos meses diversas atividades decorrentes dessas leituras, desde jogos na BE, fichas de leitura, comentários às histórias e personagens. O auditório que acolheu a presença da autora não foi suficientemente grande para tanta gente e o tempo escasseou para tanta pergunta, quer sobre as personagens, quer sobre o próprio ofício da escrita, nomeadamente a escrita para jovens – perguntas a que Mª João Lopo de Carvalho respondeu com grande energia e desenvoltura. Por escolha da autora, o aluno Pedro Gonçalves recebeu um livro autografado por lhe ter feito a pergunta mais original: “começou a escrever por influência de alguma professora de Português?”.

Finalmente, foram entregues os prémios (3 obras de Saramago) aos alunos que submeteram textos ao concurso A Pedra e a Palavra, tendo o júri, constituído pelos professores Isabel Vinhas, Fernando Rebelo e Dulce Godinho, atribuído por unanimidade o 1º Prémio à aluna Ana Margarida Campos e distinguido com 2 Menções Honrosas Tiago AfonsoAna Costa, todos do 12ºB, cujos textos serão em breve publicados aqui no Bibli.

Ainda sem uma avaliação formal do impacto causado por todas estas iniciativas, podemos porém considerar pela adesão, alegria e entusiasmo com que o livro e a poesia marcaram presença especial na escola durante 10 dias que é sem dúvida algo a repetir para o próximo ano letivo!

Fernando Rebelo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

Para saber mais sobre as peças em cartaz e as condições especiais para este dia (nomeadamente entradas inteiramente gratuitas) vá aqui.

(cartaz produzido sobre uma imagem daqui)

Read Full Post »

Aceda ao cartaz completo aqui

Read Full Post »

clique para aceder ao regulamento e à ficha de inscrição

Read Full Post »

Apenas um clip publicitário de uma ópera tendo como enredo as redes sociais, em cena em Londres nos meses de Junho/Julho… mas dá que pensar, não?

Read Full Post »

Older Posts »