Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Concurso’

É com enorme satisfação que comunicamos que foi selecionado mais um dos projetos da BE da DS.

Desta vez tratou-se da candidatura ao Programa Movimento 14-20 a Ler, do Plano Nacional de Leitura (PNL), com o projeto Ler ver e fazer (n)o mundo.

Das diversas Bibliotecas Escolares que participaram, apenas quatro projetos foram selecionados a nível nacional e contemplados com o prémio de € 10.000.

Ler ver e fazer (n)o mundo pretende motivar os jovens para a leitura e para a escrita, reforçando estes domínios, assim como para a partilha destes interesses junto dos seus pares através dos meios audiovisuais e das redes sociais, mobilizando e desenvolvendo competências com vista a uma participação mais ativa, consciente e responsável na sociedade.

Para este projeto, a BE estabeleceu parcerias com a Junta de Freguesia da Charneca da Caparica e Sobreda, a ONG Help Images e a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura.

A imagem que irá figurar no portal do PNL foi realizada pelo artista plástico André Trafic e encontra-se na parede lateral do pavilhão D da Escola Secundária Daniel Sampaio.

A BE agradece a todos os alunos que produziram e participaram no vídeo que apoiou a candidatura ao Programa Movimento 14-20 a Ler, assim como aos Foxy Rocket que consentiram a utilização de um dos seus temas no clipe.

Ana Noválio

Read Full Post »

Concurso Literário Escolar + Leitura + Sucesso – participação da ESDS/ AEDS premiada.

A aluna Sara Boisseau Varino dos Santos, 12º ano, B, que aceitou o desafio da Biblioteca Escolar, foi distinguida com o Prémio do 3º escalão para a modalidade de poesia com o texto “No Canto Rasgado de um Guardanapo”, que a seguir se publica, entre os 13 trabalhos a Concurso.

O júri do Concurso Literário Escolar constituído por João Paulo Proença, Coordenador Interconcelhio para as Bibliotecas Escolares do Concelho de Almada, Armando Correia, Técnico Superior da Área da Educação da Câmara Municipal de Almada e Davide Freitas, Técnico Superior da Rede Municipal de Bibliotecas de Almada, procederam à apreciação dos trabalhos  apresentados a Concurso pelos Agrupamentos Escolares do Concelho de Almada e assim o decidiram.

Foram rececionados na Divisão de Bibliotecas e Arquivos 30 trabalhos, 17 na modalidade de conto e 13 na modalidade de poesia, de 10 Agrupamentos Escolares do Concelho de Almada, produzidos por 28 alunos, identificados com pseudónimo e com os títulos por escalão.

A participação de sucesso da aluna Sara Boisseau é mais um motivo de orgulho para a nossa comunidade escolar e uma prova de que vale sempre a pena investir nos projetos das Bibliotecas Escolares. Parabéns!

Dulce Sousa

poema

Luís Vasconcelos-praia coleção

Fotografia original de Luís de Vasconcelos, selecionada por Sara Boisseau

Em jeito de testemunho

Iniciei o meu 7ºano nesta escola em setembro de 2014. Agora, em junho de 2020, estou a acabar o 12ºano.

Pelas outras escolas por onde passei, a biblioteca foi, para mim, um local de passagem diária. Os livros sempre me fascinaram e acompanham-me desde pequena. Se a leitura sempre fez parte da minha vida, a escrita rapidamente me envolveu e se tornou a minha companheira confidente.

Nesta biblioteca cresci física e intelectualmente. Cresci com a biblioteca, e cresci na biblioteca. O banco que utilizava para chegar às prateleiras do fundo é hoje o mesmo banco que utilizo para aceder às mais altas prateleiras das estantes.  Foi através dos diversificados e atrativos livros da nossa biblioteca que estimulei a criatividade e o interesse pelas mais diversas áreas do saber. Foi na escola Daniel Sampaio que consegui conciliar o gosto pelos números, ingressando no curso de Ciências e Tecnologias, e pelas letras, explorando a biblioteca e participando ativamente nos vários desafios (e foram tantos!) promovidos pelos professores bibliotecários.

Entrei neste desafio pelo prazer de participar e ter sido o meu poema, entre outros, o escolhido, é, para mim, motivo de grande satisfação e alegria. O facto de ter sido uma escolha anónima deixa-me ainda mais feliz pois foi tida em conta, unicamente, a minha escrita, o que confere a este prémio um sabor mais especial.

A verdade é que o caminho se faz caminhando, e na biblioteca da escola Daniel Sampaio encontrei tudo o que precisava para que esta minha viagem tivesse sucesso. Os professores Fernando Rebelo e Dulce Sousa foram o meu farol, apontando-me o caminho. As auxiliares Fernanda e Helena assistiram-me ao longo do percurso, tornando a viagem mais simples. Divido com eles este prémio, porque ele também lhes pertence. A eles, os meus agradecimentos.

Hoje, estou a terminar o 12ºano. Em breve, encontrarei outra biblioteca. Mas não me despeço da biblioteca da escola Daniel Sampaio. Levo-a comigo, e ao mesmo tempo, deixo-a para vocês. Estou certa que a cadeira onde me sentava não ficará vazia, pois espero que este meu testemunho sirva de incentivo a outros caminhantes.

Sara Boisseau, 12ºB

Read Full Post »

Terminou ontem a Literacia 3Di. Para muitos uma nova experiência nos caminhos do Saber. Turmas de 7 e 8 anos realizaram exercícios on-line no domínio da Leitura, a Português, e listening e reading, a Inglês.
Apesar do processo se ter pautado por diversas condicionantes, a maior parte delas relacionada com as alterações introduzidas por parte da Porto Editora na aplicação do concurso, muitos foram os alunos que tiveram oportunidade de aferir o grau dos seus conhecimentos.
A atividade decorreu na Biblioteca e nas salas de informática com a colaboração dos professores de Português e Inglês das turmas envolvidas, a quem a equipa de Biblioteca deixa um agradecimento.
Esta foi uma experiência interessante que motivou e cativou os alunos.
Dulce Sousa

Read Full Post »

À semelhança do ano letivo passado, a ESDS já está inscrita no concurso. Tens agora a oportunidade de ‘ouro’ para argumentares em defesa do livro que candidatas ao título de “O Mais Fixe”.

Conversa com a tua professora ou professor, organiza-te com os teus colegas e todos juntos farão mexer a Escola neste encontro de titãs pelos livros.

Na Biblioteca, encontrarás todo o apoio necessário e poderás promover o debate público em torno do teu partido-livro. O concurso é um apelo à Leitura, Cidadania e Desenvolvimento – É o teu concurso.

Consulta o Calendário aqui

Consulta o Regulamento aqui

Atenção: apresentação de candidaturas até 31 de outubro

 Que livros se ‘apresentam’ a estas eleições?

‘Todos os livros, sejam eles de prosa, poesia, banda desenhada ou teatro, podem ser candidatos.

A escolha dos livros candidatos que concorrerão a estas eleições será realizada pelos alunos, até 31 de outubro de 2019, através do preenchimento do formulário disponível em https://bit.ly/2NovekP

 Os alunos devem indicar o título completo do livro e o nome do seu autor. No caso das coleções, o que deve ser nomeado é o título individual do livro nomeado, e não a coleção. Cada aluno só pode fazer uma nomeação. ‘

PARTICIPA.

Read Full Post »

Já são conhecidos os vencedores da iniciativa «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?». Esta edição, que contou com a participação de 78 382 alunos votantes de mais de 700 escolas, elegeu os livros que abaixo se exibem nos respetivos pódios. Curiosamente, enquanto no Ensino Secundário, o vencedor da ESDS é o mesmo que o escolhido a nível nacional, A Culpa é das Estrelas, o nosso vencedor local – O Principezinho –, nem surge no pódio nacional, onde reside, em primeiro lugar, Harry Potter e a Pedra Filosofal, que também foi alvo de campanha cá na escola.

Para saber tudo sobre o desfecho desta iniciativa aceda aqui.

Read Full Post »

sonho 3ºCiclo.jpg

A minha biblioteca de sonho

É um sítio irreal

Nas nuvens eu a ponho

É por isso especial.

 

Sossego, luz, cultura

É o que não vai faltar,

Depois da imaginação pura

À Terra vou voltar.

 

E eis que encontro parecido

Um agradável lugar

Onde tudo faz sentido

E a sabedoria está no ar.

 

Simpatia e amabilidade

Eu consigo encontrar,

Pois esta é na verdade

A minha biblioteca escolar.

Madalena Vitorino, 9º C

Read Full Post »

sonhos sec

Prémio

Uma “biblioteca de sonho” é, no mínimo, uma expressão estranha numa sociedade em que tudo o que é “de sonho” se afasta cada vez mais do livro. Mas, como diria Neil Gaiman, “um livro é um sonho que tu seguras nas tuas mãos”, e se calhar é mesmo isso que falta nesta sociedade, sonhar.

Se calhar é isso mesmo que nos falta, falta-nos os mundos, as personagens a ficção, falta-nos as lágrimas, o riso, o suspense, falta-nos descobrir o mundo sem sair do quarto, falta-nos viver mil vidas num virar de página.

E, se um só livro é tudo isto, então o que será uma biblioteca senão a porta para um novo mundo? Porque nunca uma biblioteca é “apenas uma biblioteca”, é, porém, uma nave espacial, que nos leva aos mais longínquos cantos do universo, ou uma máquina do tempo, que nos transporta do passado para o futuro num simples piscar de olhos, ou uma professora, que tem mais a ensinar que qualquer ser humano, ou uma amiga que te entretém e consola, quando mais ninguém o consegue fazer – mas, acima de tudo, um refúgio, para uma vida melhor e mais feliz.

É certo, então, que nunca uma “biblioteca de sonho” precisou de ser grande, bem decorada, ou ter livros mais eruditos, uma “biblioteca de sonho” não precisa mais do que um livro, daqueles que nos fazem sonhar, e apenas um leitor, de preferência, daqueles que ainda sabem sonhar.

Lara Alves, 12ºE

Menção Honrosa

A minha biblioteca de sonho teria a mesma função que as bibliotecas atuais: preservar o que de melhor há no mundo, os livros.

Esta minha biblioteca paradisíaca seria acessível a todos os que dela quisessem desfrutar, independentemente das idades. A sua estrutura seria de vidro e as poucas paredes deveriam ter cores vivas e alegres.

Para além das estantes mágicas com toda a variedade de livros, imagine-se a entrar numa sala deslumbrante, sobre um grande e retângular tapete vermelho, cujas portas cor de mel convidam o leitor a entrar. Experimente olhar à sua direita. Sentado nessa modesta cadeira pode observar Fernando Pessoa, que o espera para conversar. Entre e satisfaça a sua curiosidade. Saia e dirija-se a qualquer uma das outras centenas de portas nessa sala, pois, em cada uma delas, encontrará um grande escritor que anseia  dialogar consigo, respondendo a todas as suas inquietações.

A minha biblioteca de sonho daria vida aos livros, mas, principalmente, aos seus escritores, pois mais do que preservar os livros, é preservar a memória de quem os escreveu.

Sara Boisseau dos Santos, 11ºB

 

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

Para celebrar a rentrée, os  alunos das turmas 7ºC e 7ºD, da professora Idalina Francisco, elaboraram uma primeira página especial para o seu 1º caderno  da disciplina de francês e produziram uma série de Torres Eiffel, que se encontram em exposição, com votação aberta aos visitantes para escolha da melhor. Participem!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Read Full Post »

literacia-3d

Pelo 3º ano consecutivo, a Biblioteca da ESDS organizou a participação da escola no concurso Literacia 3D promovido pela Porto Editora. Como já tinha sido anunciado aqui no Bibli, em post anterior, a adesão dos alunos (130) foi mais do dobro de anos anteriores. Alunos do 7º (Literacia da Leitura) e do 8º (Literacia do Inglês) participaram na etapa da escola, realizada em 5 sessões, entre 20 e 24 de novembro de 2017.

Desta etapa da escola, foram apurados 6 alunos. Na Literacia do Inglês, Marta Vasconcelos, Patrícia Nunes e Guilherme Dias, do 8ºB, Rodrigo Caldeira, do 8ºC e Sofia Pereira, do 8ºD; na Literacia da Leitura, João Neto, do 7ºC. Estes alunos tomaram parte na fase distrital, que teve lugar a 28 de fevereiro na EB2,3 Barbosa du Bocage, em Setúbal.

distrital

alunos participantes na fase distrital

Marta Vasconcelos foi a grande vencedora da fase distrital, em Literacia do Inglês e teve assim presença garantida na final nacional que se realizou a 11 de maio, no Centro Ciência Viva, no Parque das Nações.

Para grande alegria da aluna, da sua professora de Inglês, Lurdes de Jesus, que a acompanhou, da biblioteca que promoveu o concurso e da ESDS, a Marta foi mais uma vez vencedora – desta vez a nível nacional!

Entre outros prémios, recebeu um curso de inglês de duas semanas em Cambridge, no próximo verão. Parabéns, Marta, estamos todos muito orgulhosos de ti!

 

Read Full Post »

cherub concursoRealizou-se no dia 5 de fevereiro mais uma edição do concurso Cherub com a colaboração da Porto Editora, na pessoa da sua representante na nossa escola, Carla Cavaco, a quem aproveitamos para agradecer a participação.

Contámos com a presença de 22 alunos do ensino básico, amantes desta coleção, que começaram por ver um vídeo sobre a coleção e o seu autor. Em seguida, resolveram um problema de palavras cruzadas tendo como tema uma obra da coleção.

 

Os alunos simultaneamente mais rápidos e com mais palavras corretas foram o

WP_20180205_12_58_19_Pro

os vencedores com a representante da Porto Editora

Guilherme Fustiga, 9ºA (1º), Abigail Pereira, 8ºD (2º) e João Gonçalves, 9ºD (3º). O 1º lugar recebeu 2 livros da coleção autografados pelo autor, tendo o 2º e 3º lugares premiados com 1 livro autografado. Todos os participantes receberam um certificado de presença e um crachá Cherub.

Esperemos que, à sua escala, esta iniciativa tenha contribuído para provar que ler pode ser… um prazer.

Read Full Post »

Mais uma vez, a escola aderiu ao Concurso de Literacia 3D promovido pela Porto Editora e dinamizado pela BE em colaboração com os professores de Português e Inglês. Neste ano, tivemos a Literacia da Leitura para o 7ºAno e Literacia de Inglês para o . Cerca de 130 alunos participaram ao longo das 5 sessões que tiveram lugar na escola entre 20 e 24 de novembro, um número que excedeu em mais do dobro das participações dos anos anteriores.

Read Full Post »

Foram entregues na biblioteca os prémios aos alunos que ganharam o concurso de poemas fomentado pelo Clube Europeu, Grupo de Inglês e a BE da ESDS, subordinado ao tema Human Values. Os poemas vencedores já foram publicados aqui no Bibliblog em artigo anterior.

 

Read Full Post »

a pedra e palavra

Decorreu este ano a 4ª edição do Concurso Literário A Pedra e a Palavra. Neste concurso propõe-se aos alunos do 12º Ano que escrevam um texto  em que interpretem, a partir da sua própria experiência individual, as impressões provocadas por essa interação entre a palavra e a pedra: a leitura da obra literária de Saramago e a experiência física/sensorial da visita ao Convento de Mafra, a fantasia da ficção e a materialidade do monumento.

Nesta edição foi selecionado o texto da Isabel Curioso do 12ºA, premiada com uma obra do mesmo autor. Fica então a seguir publicado o texto da Isabel.

-/-

Memorial do Convento é muito mais do que uma célebre obra de José Saramago. É, tal como o próprio título indica, quase como um livro de lembranças, algo que nos conta acontecimentos passados para que estes não caiam no esquecimento. No entanto, esta imortalização dos factos históricos não depende apenas da história. É uma escolha individual: guardar na memória o que foi lido apenas para o usar num teste de Português ou fazê-lo com outra intenção?

João V, o Magnânimo, cansado de viver na sombra do “Rei-Sol” e cego de vaidade ordena a construção de um convento em Mafra, afirmando ser em honra da sua filha, ainda por nascer. Na satisfação deste capricho real, homens foram escravizados e vidas sacrificadas, numa edificação que se irá provar desrespeitadora dos direitos do povo (se é que de facto existiam…).

isabel curiosoPara o rei e a sua corte megalómana, o povo era um mero meio para atingir um fim repleto de fatuidade. Porém, para o autor do Memorial do Convento, os trabalhadores eram muito mais do que isso. Do Alcino ao Zacarias, Saramago enuncia, individualiza e, consequentemente, retira do anonimato todos os portugueses que, por pertencerem a uma classe social mais baixa, foram apagados da História. Apesar de somente D. João V ter sido aclamado pela construção (parcial) do convento, o escritor certifica-se de que o povo é lembrado e encontra uma história onde pertença.

Com esta ideia em mente, encarar da mesma forma o imponente Convento de Mafra será uma tarefa difícil. O que outrora fora visto apenas como pedra é, agora, eco dos esforços de muitos homens, mulheres e crianças portuguesas. No fundo é aqui que nasce a interação entre a pedra e a palavra: “Todos somos seres culturais, por um olhar, por um entendimento, conseguimos ir mais fundo que a superfície das coisas. E isso, esse aspeto complexo, é o que impede que o Memorial seja lido em linha reta”, como o próprio José Saramago afirmou.

Deste modo, o Convento de Mafra não será apenas mais um majestoso monumento, mais um local a visitar. A palavra, e todo o sentido que o escritor lhe confere, leva-nos a algo “mais fundo que a superfície das coisas”, leva-nos a um momento de introspeção. De certa forma, podemos considerar que este era um dos objetivos de Saramago ao entrelaçar realidade e ficção. Para concluir, a história do Memorial do Convento permite-nos refletir acerca da História de Portugal.

Isabel Curioso, 12ºA

Read Full Post »

eu values

No sentido de sensibilizar a comunidade escolar para a problemática dos valores da União Europeia, o Clube Europeu da ESDS, com a colaboração da disciplina de Inglês e da Biblioteca da nossa Escola, dinamizou um concurso de poemas subordinado ao tópico “Human Values”. Esta iniciativa insere-se no âmbito do tema lançado este ano pela Direção-Geral de Educação para os clubes europeus: “Por uma Europa de Valores”.

De entre os cerca de 200 poemas recebidos, procedeu-se à seleção dos três melhores em cada uma das categorias – 7º ano e 11º ano – e atribuídas as menções honrosas, que aqui se publicam.

Lurdes de Jesus, Ana Paiva e Fernando Rebelo

freedom

roses

 

Read Full Post »

À semelhança do ano anterior, a BE organizou, em parceria com a Porto Editora e a colaboração das professoras Énia Sena, Marina Andrade e Ana Fernandes, o concurso de literacia 3D. Este ano foi o 7ºAno de Ciências que contou com a participação de perto de 30 alunos de todas as turmas.

Read Full Post »

al

folheto informativo com o regulamento       ficha-de-inscricao    site

Read Full Post »

Older Posts »