Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Abril, 2017

ENCONTRO ILUSTRADOR

O ilustrador Hugo Teixeira visitará a nossa escola a 11 de maio para um encontro com alunos de Educação visual do 8º e 9º ano, num projeto que junta a BE e a prof. Ana Guerreiro.

Hugo Teixeira é um dos novos autores de BD portuguesa, desenhador multifacetado com participações nos seguintes projetos: Zona, Zona Zero e Zona Negra, especial terror Motelx. Este autor é um fã de Manga transportando todo este universo para as suas bandas desenhadas atuais.

rdb_header_hugoteixeira

Hugo Teixeira

Durante o encontro, o autor-desenhador não só divulgará a sua obra publicada como partilhará com os alunos as suas técnicas de desenho e ilustração.

A partir de dia 3 de maio, estarão disponíveis na BE, com um desconto especial, duas das obras que ilustrou, editadas pela Asa: MAHOU – Na Origem da Magia e MAHOU – Perdidos no Tempo. Quem adquirir um ou dois exemplares terá direito, após o encontro, a um autografo personalizado pelo desenhador.

Anúncios

Read Full Post »

Clube Europeu

https://clubeuropeu.wordpress.com/

Read Full Post »

Um estudo veio mostrar pela primeira vez que a maternidade provoca alterações no cérebro da mulher.

functioning 1

fig.1

O estudo foi feito por investigadores da Universidade Autónoma de Barcelona e do Instituto Hospitalar del Mar de Investigaciones Médicas, com a colaboração da Clínica IVI Barcelona (fig.1). As conclusões foram publicadas na prestigiada revista científica Nature Neuroscience.

Amostra

A investigação foi acompanhada durante 5 anos e 4 meses, e para a sua realização, os investigadores compararam a ressonância magnética de um grupo com 25 mulheres grávidas, antes e depois do parto, 19 companheiros dessas mulheres, e um grupo com 20 mulheres que não estavam, nem nunca estiveram grávidas e 17 companheiros das mesmas.

Efeitos da gravidez no cérebro               

Mediante a análise de imagens de ressonância magnética pode observar-se como as

2

fig.2

mulheres que viviam a sua primeira gravidez apresentam uma redução de matéria cinzenta nas regiões das relações sociais. Parte dessas regiões ativam-se quando a mulher observa a imagem do seu bebé, acredita-se que as mudanças observadas concedem uma vantagem adaptativa na transição para a maternidade, facilitando a capacidade da mãe perceber os sinais e necessidades do seu filho.

As mudanças neuro-anatómicas localizadas em algumas das regiões do cérebro destas mulheres mostraram, uma resposta neuronal mais forte aos seus filhos no período pós-parto.

Redução da massa cinzenta

A redução de massa cinzenta ocorreu em todas as mulheres grávidas estudadas e é exclusivo deste grupo, pois no grupo de mulheres que não estavam grávidas não se detectou redução de massa cinzenta, o que indica que provavelmente se trata de uma alteração devido aos processos biológicos da gravidez.

3

fig.3: esta imagem, presente no artigo Nature neruoscience, mostra onde se situam as alterações da matéria cinzenta na mulher antes e depois da gravidez

Após o nascimento dos filhos o cérebro assume uma configuração que parece traduzir menor ansiedade e mais capacidade de lidar com o stress, assim como uma melhoria da memória.

O cérebro da mãe muda em qualquer tipo de gravidez?

4

fig.4

A investigação teve em conta as variações tanto em mulheres que fizeram tratamentos de fertilidade, como em mulheres que engravidaram de forma natural, e a redução de matéria cinzenta é praticamente idêntica em ambos os grupos.

Por outro lado, não se encontraram evidências que a gravidez provoque alguma alteração na memória, nem noutras funções intelectuais nas mulheres estudadas e, portanto, acredita-se que a perda de substância cinzenta não implica nenhum défice cognitivo, mas sim o contrário.

Explica a equipa de investigadores do IVI Barcelona, “Acreditamos que é uma reestruturação do cérebro com finalidade adaptativa, ou seja, uma forma de, por exemplo, aumentar a sensibilidade da mãe para detetar o estado emocional do seu bebé”.

Opinião crítica

Na nossa opinião, o facto de o cérebro sofrer alterações devido aos processos biológicos da gravidez, faz com que uma mulher que está brevemente para ser mãe tenha uma afinidade maior com o filho, permitindo uma relação mãe-filho melhor.

Ricardo Prazeres e Rúben Encarnação, 12ºB

Referências Bibliográficas:

Imagens utilizadas:

 

 

 

 

Read Full Post »

 

97bb83397905e531df123e44e00815e2

clique para aceder ao programa da DGPC

 

Read Full Post »

ler pr'a ti

Ao longo da Quinzena, teve lugar a atividade “Ler (pr’a ti)… é um prazer”. Alunos de 5 turmas (7ºD, 8ºA, 8ºD, 11ºC e 11ºG) “invadiram” as aulas uns dos outros com as suas leituras, com a colaboração das professoras Natália Marques, Dulce Sousa, Ana Noválio  e Ana Fernandes.

A seleção foi muito variada: tivemos excertos de “A rapariga que roubava livros”, “Espanta pardais”, dramatização de algumas cenas de “As Três Cidras do Amor”, leitura de poemas, como “Cantiga de amigo”, de Natália Correia, ou “Aprender a estudar”, de Ary dos Santos. Tivemos ainda textos lidos por alunos de diferentes origens na língua natal das suas famílias (castelhano, chinês, ucraniano..).

No final, o saldo foi muito positivo e ler para os outros acabou por ser de facto… um prazer.

Fernando Rebelo (PB-ESDS)

Read Full Post »

Read Full Post »