Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Maio, 2009

Este é um poema que escrevi no âmbito da disciplina de Português, para o trabalho sobre o Memorial do Convento que todos os alunos do 12º realizaram recentemente. Fiquei encarregue de explicar D. João V, uma personagem que incitou fortemente a minha faceta satírica. Publico-o devido à expressão impagável que o professor Fernando protagonizou quando o declamei, à sua insistência para que o publicasse e, principalmente, devido à importante mensagem que o poema pretende transmitir.

Diogo Gonçalves, 12º D

Anúncios

Read Full Post »

Em 1999/2000 a ESDS apresentou o seu projecto e foi integrada pela primeira vez na RBE, o que permitiu um desenvolvimento mais sustentado de um projecto que já vinha sendo desenvolvido na escola desde 1993/94. Esta integração na Rede Nacional, e mais tarde na Rede Concelhia, trouxe financiamento e apoio, coincidindo com o período de maior expansão e organização do CR.

De uma forma geral, muitas práticas que agora tomamos como garantidas foram na altura muito inovadoras, fazendo das velhas bibliotecas espaços polivalentes, quer na variedade de equipamentos e documentos que punham à disposição dos seus utilizadores, quer na diversidade de novas situações de aprendizagem que fomentavam.

Lembramos agora algumas dessas mudanças num videograma publicado no site da RBE , que não só se produziram na nossa escola mas em todos os mais de 2000 Centros que aceitaram o desafio.

Read Full Post »

Mesa de Jogo - Marta 9º A

Mesa de Jogo - Marta 9º A

José Ricardo 9º A

José Ricardo 9º A

 Frascos - Joana Correia 9º F

Frascos - Joana Correia 9º F

O pai a trabalhar - José Ricardo 9º A

O pai a trabalhar - José Ricardo 9º A

Sapatos - José Castanheira 9º F

Sapatos - José Castanheira 9º F

último trabalho - José Castanheira 9ºF

último trabalho - José Castanheira 9ºF

Read Full Post »

No Dia da Escola, 4 de Maio, foi possível observar o céu nocturno com telescópios colocados no campo de jogos da nossa Escola. A iniciativa, inserida na comemoração do Ano Internacional da Astronomia, contou com a orientação do Prof. Dr. Máximo Ferreira (Astrónomo e Coordenador Científico do Centro Ciência Viva de Constância) que disponibilizou os telescópios a convite do professor Carlos Sant’Ovaia.

2_Saturno (1)Os presentes (alunos, professores, funcionários, encarregados de educação e acompanhantes), puderam utilizar os telescópios para observar a Lua e Saturno, que nessa noite estiveram bem posicionados no céu e com condições climatéricas propícias à observação.

Foi sem dúvida interessante observar os detalhes das crateras e vislumbrar jogos de sombra da Lua. E quem observou Saturno e os seus anéis, dificilmente deixou de ficar fascinado com o espectáculo oferecido pelo que é considerado a “jóia do Sistema Solar”.

Os anéis de Saturno foram observados com um telescópio pela primeira vez por Galileu em 1610, mas só em 1659 Christiaan Huygens identificou correctamente a geometria dos anéis. O planeta foi estudado em 1979 pela sonda espacial Pioneer 11. Contudo, muito do que se conhece sobre o planeta deve-se às explorações das sondas Voyager 1 e 2 entre 1980 e 1981. Actualmente o planeta tem sido estudado pelos dados da sonda Cassini.

Quase todos os planetas gigantes têm sistemas de anéis mas só os anéis de Saturno são tão notáveis e complexos, fazendo deste planeta um dos mais belos objectos do sistema solar. Verificou-se, com dados obtidos por sondas espaciais, que os anéis principais são na realidade formados por um grande número de anéis pequenos. Apesar de não se conhecer a origem dos anéis, pensa-se que podem ter sido formados a partir de luas que colidiram com cometas e meteoritos. A composição exacta dos anéis também não é conhecida, mas sabe-se que contêm uma grande quantidade de água. A sua composição, essencialmente de partículas de gelo (e também pequenas rochas e poeiras), é provavelmente responsável pelo seu elevado albedo que por sua vez contribui para a grande visibilidade dos anéis de Saturno. São vários os conjuntos de anéis (classificados de A a G), mas apenas os anéis A, B, C e F têm brilho suficiente para serem vistos da Terra com um pequeno telescópio. É possível que tenham sido estes os que nós observamos da nossa Escola!

Para além dos notáveis anéis, Saturno tem outras características que o tornam único. Por ser predominantemente gasoso, é o único planeta com densidade inferior à da água. Tem uma grande velocidade de rotação (um dia de Saturno dura 10 horas e 39 minutos terrestres) e demora cerca de 29,5 anos terrestres para dar a volta ao Sol.

Saturno tem o maior número de satélites que qualquer planeta do sistema solar. A maior lua é Titã, que também foi possível observar no Dia da Escola! Esta lua tem sido estudada pelos dados da sonda Cassini, que indicam a possibilidade de Titã ter vulcões de gelo e um ciclo de metano semelhante ao ciclo da água na Terra.

Professora Laila Ribeiro

Read Full Post »

Apesar de já ter escrito sobre um filme que tinha entrado na minha vida,  escrevo agora sobre um outro: falo-vos de Anjos e Demónios, que estreou no dia 14 de Maio de 2009. Este filme é a anjos e demoniosadaptação cinematográfica do livro com o mesmo título escrito por Dan Brown, o mesmo autor que escreveu O Código Da Vinci. O filme foi realizado por Ron Howard e a maior parte da história passa-se no Vaticano onde se faz uma aterradora descoberta, ao ponto de se ter de pedir ajuda ao simbolista Robert Langdon. Quando este descobre indícios do ressurgimento de uma antiga irmandade secreta conhecida como os Illuminati (a mais poderosa organização secreta na História), percebe que o maior inimigo desta organização – a Igreja Católica – pode estar em grande perigo. Langdon viaja para Roma, onde forma uma equipa com Vittoria Vetra. Nesse momento, enquanto está a decorrer o Conclave no Vaticano para decidir quem será o próximo papa, Robert recebe a informação de que quatro cardeais foram raptados do Vaticano e seriam mortos de acordo com os quatro elementos (Terra, Agua, Ar, Fogo). A dupla tem então que relacionar as pistas  com diversos monumentos de Roma para conseguir descobrir onde os cardeais irão ser executados.

Quem leu o livro pode ficar ligeiramente desiludido com o filme, pois há situações temporais que foram trocadas, assim como mudanças em algumas personagens, que têm no filme atributos diferentes dos que estão descritos no livro. Acho, no entanto, que o filme está bem conseguido, pois a história do livro está muito bem resumida e continua a tratar os seus assuntos essenciais sobre a ciência e a religião. O principal motivo que me fez adorar o filme é o facto de estar repleto de acção e mistério, não se descobrindo, até ao último momento, quem é o traidor nesta história.

Espero que mais filmes e livros como este apareçam para continuar os favoritos da minha vida.

Luana Tomé, 12ºB

Read Full Post »

Podemos não ser religiosos ou mesmo não apreciar a estética do monumento, mas a verdade é que lá está, de pedra e cal, há já 50 anos, comemorados a 17 de Maio. É presença assídua em quase todos os postais e, goste-se ou não, acaba por ser a imagem de marca da nossa terra.

Mas Almada, a nossa terra, o nosso concelho, tem mais coisas para além do Cristo-Rei: tem uma História tão antiga como a capital que se diz que o Cristo abraça, tem um património que merece um pouco mais a nossa atenção.

Por isso lhe dedicamos esta Estante, propondo um roteiro com algumas obras que nos falam dela e que se encontram disponíveis na nossa biblioteca.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

cartaz_estrelas_g

Read Full Post »

Older Posts »