Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Sátira’

Chego à escola, às 8:30h. Lentamente, saio do carro, arrasto-me para a escola. À entrada, faço um compasso de espera. Mentalizo-me. Finalmente, ganho coragem e entro na escola.

Sei o que me espera: o terror, não das aulas (às aulas estou eu habituado), mas do temido almoço. Às vezes, pergunto-me como pode uma refeição, uma mera refeição, ser condenada desta maneira. Até nas conversas de recreio ela conseguiu impor a sua posição, através de perguntas como “O 22640que é o almoço, hoje?” ou “Hoje, o comer é bom?”. Irritante, mas impressionante.

Apesar de todos os queixumes e lamúrias – não sei se é por não terem mais nenhum sítio onde comer, ou por terem sido aliciados pelo humilde 1,46€ -, imensos são os alunos ou críticos alimentares que formam a fila diária de 10 metros para degustarem a comida do refeitório.

Por isso, pergunto-me: por que é que os alunos vão almoçar uma comida da qual dizem tanto mal? Sim, porque não existe nenhuma criança que não tenha, em momento algum, criticado o almoço da escola.

Chego à conclusão que o problema não é só da minha escola e, muito menos, um problema das crianças.

Já os adultos, os tão corretos adultos, também estão sempre a queixar-se. Ora se queixam dos preços altos, ora se queixam do trânsito. Até do primeiro-ministro que eles próprios elegeram se queixam, imaginem só!

Se calhar, o problema é do povo português, que, por, durante a História, scribe-cartoonter sido sempre tratado como uma raça inferior (fruto de uma briga entre D. Afonso Henriques e sua mãe), desenvolveu um mecanismo que o deixa sempre insatisfeito e que funciona como uma espécie de barreira mental que evita que seja enganado pelos outros.

Realmente, as pessoas estão sempre insatisfeitas. De certo modo, até estou satisfeito. Afinal, o problema não é só meu.

António Coelho,  9.º B

imagens daqui e daqui

Read Full Post »

Um destes dias, ao pesquisar na net, encontrei um artigo que me deixou agoniada. Falava sobre a descoberta, feita por cientistas, para conseguirem ter mais quantidade de morangos com maior qualidade durante o inverno. tumblr_mg8hu90D741r6wo6vo1_500Para conseguir este objetivo, é introduzido, nos morangos, um líquido extraído do interior do peixe do Ártico.
Os cientistas descobriram que este líquido conserva os morangos e os protege do frio, mantendo a sua cor vermelha. È também possível, com este líquido, obter morangos com outras cores. Será que algum dia, ao pedir uma taça de morangos, me trarão um arco-íris dentro de uma taça?
Longe vão os tempos em que a nossa alimentação era natural, sem aditivos nem experiências científicas que tanto afetam a nossa saúde e dificultam uma alimentação saudável. Resta-nos uma questão: alguma vez conseguiremos olhar para os morangos da mesma forma?

Rosebele Nunes,  9.º B

Read Full Post »

mafalda_50_aniversarioSaber +

Read Full Post »

A habitual rubrica da autoria de José Castanheira termina a sua publicação este ano letivo em grande! Desta vez com uma animação: Martim & Telmo orientam os utilizadores da BE da Daniel Sampaio de forma a tirarem um melhor partido dos seus recursos. Com base nos guiões já existentes, que ensinam como encontrar os documentos na estante a partir da pesquisa no catálogo e também como rentabilizar a pesquisa no Google, foi produzido um pequeno filme em que as duas personagens seguem os passos necessários para a utilização da BE na realização de um trabalho escolar.

Com animação do José Castanheira, vozes do próprio mas também de Tiago Bernardino nas personagens e Alícia Gil na narração, numa produção do Clube Multimédia, orientada pela professora Filomena Graça, para a BE, esperamos que este pequeno filme continue a ser utilizado com êxito como material de apoio quer aqui no Bibli, quer nas visitas guiadas à BE no próximo ano letivo.

Em nome da BE, um muito obrigado ao J. Castanheira e a todos os intervenientes nesta divertida e didática animação.

Fernando Rebelo

Read Full Post »

clique para ampliar

siga o Martim & Telmo no Facebook

Read Full Post »

clique para ampliar

siga o Martim & Telmo no Facebook

Read Full Post »

clique para ampliar

siga o Martim & Telmo no Facebook

Read Full Post »

Older Posts »