Feeds:
Artigos
Comentários
Alunos do 9º ano, da turma E, fazem semanalmente a sua leitura silenciosa do “Livr’ à mão”. São diversos os livros lidos. Muitas histórias para todos os gostos e feitios: uns, na biblioteca, requisitam manga, outros o Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. 
 
Sabemos que são muitos os livros que andam por aí “à mão”. Traz o teu testemunho e contagia os colegas com a magia da leitura. 
 
Boas leituras com o “Livr’ à mão”!   
 
Participar na cerimónia de entrega do Prémio Literário José Saramago, no passado dia 14 de novembro, no CCB, foi um momento inspirador para a leitura e para a escrita. Uma comemoração anunciada do dia 16 de novembro de 2022, dia em que se celebra o centenário de nascimento do escritor, Nobel da Literatura em 1998.
O Agrupamento esteve representado por um grupo de alunos e alunas da ESDS (12.º D e 9.ºE), acompanhado pelas professoras Rute Magalhães e Dulce Sousa. Um gosto e um privilégio termos vivido esta experiência enriquecedora, uma verdadeira aula de leitura e literatura através das palavras de João Tordo, José Luís Peixoto, Gonçalo M. Tavares, Bruno Vieira Amaral.  Estes que viveram já, na primeira pessoa, a emoção de terem sido laureados com o Prémio Literário José Saramago.
Uma audiência entusiasta (foi a primeira vez em que estiveram alunos e professores presentes),  participativa, que reagiu com emoção às palavras lidas e ouvidas. O Prémio Literário José Saramago 2022 foi atribuído a Rafael Gallo com o romance Dor fantasma. Uma mensagem final forte, mais uma melodia intensa entre as muitas que encheram o Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, aquela tarde.
A escrita de Saramago estará sempre em nós, enquanto formos seus leitores ou leitores dos seus leitores.
Dulce Sousa

Saramago 100 anos

SARAMAGO 100

Bookmark Exchange Project – MIBE 2022

Apressa-te a visitar a Exposição na Biblioteca e descobre os 116 marcadores de livro que irão em viagem à Índia. 
Obrigada a todos os alunos das turmas participantes – 7.º E e D, 8.º A e B e 9.º A, C, D e E – e às professoras Ana Guerreiro, Ana Prazeres, Natália Marques e Soledade Estribio que colaboraram nesta atividade do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares
A partir das suas leituras os alunos criaram marcadores ilustrativos da história lida.
Agora iremos trocar estes trabalhos com duas escolas na Índia. Em breve, os nossos marcadores irão viajar e na volta do correio iremos receber os marcadores dos nossos parceiros. 
 
Vem desejar boa viagem ao teu marcador.
 
Dulce Sousa

Este slideshow necessita de JavaScript.

Integrada no Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE) as curtas-metragens foram este ano dirigidas às turmas de 8.º e 9.º anos. Participaram

221 alunos (4 turmas do 8.º ano e 4 do 9.º ano) e 13 professores.

Um momento de intensa reflexão coletiva sobre assuntos com relevância para a nossa vida, para a vida em comunidade e para a vida no mundo.

A partir da visualização, da leitura, de curtas-metragens sobre os Direitos do ser humano, nomeadamente, os de terceira geração (direito ao desenvolvimento, a um meio ambiente saudável e à paz) e os de quarta geração (direitos digitais), procurámos fomentar uma visão e competências consentâneas com a prática de uma cidadania global. As participações foram muitas e em todas elas a leitura foi no sentido da paz e harmonia globais.

Revê aqui os filmes e responde ao questionário.

Dulce Sousa

Sim, é para ti: alunos, pais, enc. de educação…
 
Em exercício de leitura e escrita, os alunos do 9.º E deram “asas à imaginação”.
Ler a imagem e escrever o poema foi o desafio lançado na aula de Português.
Em trabalho colaborativo desenvolveram a oficina de escrita.
 
“No topo de uma montanha” – Francisco Y. & Duarte
“À medida que lemos, renascemos” – Rita & Nádia
“Os livros são uma ferramenta” – Beatriz F & Matilde O.
“Nas palavras me encontro” – Sofia & Beatriz B.  
“A maior jornada” – Francisco C. & Rafael V.
“A outra realidade” – André & Rafael F.
“A busca pelo conhecimento” – Elisa & Inês
“Noite escura” – Filipe & Martim
“Na solidão existe” – Beatriz M.
“A realidade do amor” -Tiago
“Versos livres” – Cristiana & Rodrigo
 
Junta-te à biblioteca e traz também a tua arte.
 
Dulce Sousa

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mostra 2022 (2)

MIBE: Como poderemos contribuir para a paz e harmonia globais?

Mostra do Filme Solidário: Educar para a cidadania global

Vê os filmes e saberás.

Dulce Sousa

mibe2022 (4) (1)

aceita_o_desafio_23 (1)

  • prioridades da BE

clica na imagem para saberes +

#1 BE estamos de volta

Ilustração de Piero Schirinzi retirada de https://href.li/?https://bibliocolors.blogspot.com/

O DAC do 12ºA surgiu de uma ideia dos alunos, que refletia um problema por eles sentido: Estamos a acabar o 12ºano, e agora? Será que estamos prontos para a vida adulta?

Com isto em mente, pesquisaram, estabeleceram uma série de contactos, contaram com a preciosa ajuda de alguns Encarregados de Educação, convidaram outros especialistas e dinamizaram um conjunto de workshops, palestras e painéis com o intuito de verem esclarecidas as suas dúvidas e desenvolverem competências multi e transdisciplinares importantes para o futuro. Para além disso, construíram um site na Internet para que a sua experiência fosse partilhada com outros colegas e com isso ajudá-los também nesta importante transição da sua vida.

Telma Rodrigues

Poderá visitar o site clicando na imagem abaixo

Capturar

A BE comemorou, no dia 7 de junho, o Dia da Escola, com conversas animadas e intimistas à volta de livros.

Ao longo do dia, vários alunos do ensino secundário juntaram-se à equipa da BE para conversarem sobre livros de diferentes géneros, uns do PNL e outros da sua escolha, acerca das suas personagens e autores preferidos e, sobretudo, sobre as suas motivações e as aprendizagens que a leitura lhes proporciona. O número de alunos inscritos para esta atividade superou as expetativas, o que levou a equipa da BE a dinamizar várias tertúlias literárias.

Com este entusiasmo à volta dos livros e da leitura, a BE desafiou os alunos a participarem no Clube de Leitura que arrancará no próximo ano letivo e …  o desafio foi aceite!

De tarde, o 11ºB presenteou-nos com uma adaptação do final da obra Frei Luís de Sousa, de Almeida Garrett. O texto que está na base desta adaptação é da autoria da professora Rute Magalhães.

Ana Noválio e Rute Magalhães

%d bloggers like this: