Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Matemática’

No passado dia 3 de abril, no âmbito do Projeto Cientificamente Provável, os alunos das turmas do 10ºB, 10ºC, 10ºG e 12ºB e respetivas professoras de Matemática, nomeadamente, Teresa Amendoeira, Cristina Santos, Carmo Gomes e Dora Almeida, deslocaram-se ao Departamento de Matemática da FCT/UNL para participar na iniciativa Matemática às 4as.

Esta iniciativa pretende divulgar a Matemática junto dos alunos do Ensino Secundário, através de atividades lúdicas de cariz matemático. Os alunos e respetivas professoras participaram, durante esta tarde, nestas atividades, bem como a conhecer mais de perto as várias ofertas da FCT, em especial, no Departamento de Matemática e na Licenciatura em Matemática.

As atividades desenvolvidas foram as seguintes:

– “Estás infetado!”, na área da Biomatemática, dirigida a todos os alunos e aplicada em sala de aula. Nesta atividade foi simulada a propagação de duas doenças entre os alunos e, de seguida, tentou-se perceber como o número de infetados varia ao longo do tempo e como essa variação depende das características da doença. Por fim, fez-se uma exploração de como se pode descrever matematicamente a propagação dessas doenças.

– “A Espionagem e a Matemática”, na área da Estatística e Criptografia, dirigida aos alunos do 10º ano e aplicada em laboratório computacional. Com base na frequência relativa das letras na Língua Portuguesa, os alunos tiveram de descodificar uma mensagem encriptada com recurso à aplicação Excel.

– “Voa, voa, milionário!”, na área da Investigação Operacional, dirigida aos alunos do 12º ano e aplicada em laboratório computacional. Pretendia-se que os alunos descobrissem um percurso num mapa, minimizando a distância total percorrida e de forma a que se visitassem todas as cidades (seleccionadas) uma única vez e que regressassem ao ponto de partida. Com esse objetivo, os alunos utilizaram uma aplicação Excel.

– “Vem jogar na nossa Slot Machine”, na área da Estatística e Investigação Operacional, dirigida aos alunos do 12º ano e aplicada em laboratório computacional. Nesta atividade os alunos atribuíam as probabilidades de ocorrência das “figuras” da slot machine de forma a garantir a satisfação simultânea de certas exigências, quer dos jogadores quer da Administração do Casino.  Os alunos usaram uma aplicação Excel onde puderam utilizar a slot machine e, posteriormente, recorrendo à Simulação, puderam verificar se conseguiram satisfazer as exigências.

Os alunos revelaram interesse, colocaram questões oportunamente e realizaram todas as atividades com bastante empenho e dinâmica.

Todas estas atividades foram bastante pertinentes sobretudo porque os alunos ficaram com uma perspetiva das suas aplicações, nomeadamente.

– Os modelos matemáticos permitem-nos entender melhor a dinâmica das doenças, prever o seu comportamento futuro, bem como avaliar medidas de controlo a implementar e, por isso, a transmissão de doenças de uma população foi uma das primeiras áreas da saúde pública a ter um tratamento matemático rigoroso.

– A transmissão de dados com confidencialidade tem aplicações muito importantes, tais como, para fins militares, políticos e transações bancárias e ainda particular importância na proteção de dados nas transmissões digitais.

– A otimização de atividades, tem várias aplicações nomeadamemte em problemas de transportes, de que é um exemplo a recolha de lixos urbanos, e no planeamento de atividades, como o sequenciamento de operações numa linha de montagem.

Ana Cristina Santos (professora de matemática e membro da equipa INTEReST – E+)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

 

Nesta Semana  da Ciência e Tecnologia, registamos com satisfação o estabelecimento 6 parcerias de cooperação com centros de investigação e unidades do ensino superior na área da Ciência e Tecnologia. Ao abrigo do programa Cientificamente Provável , a escola, mediada pela BE, estabeleceu parcerias com o MOSMICRO ITQB NOVA, o CERENA- Centro de Recursos Naturais e Ambiente (IST-UL), o Centro de Química e Bioquímica (FC-UL), o CENIMAT/i3N (FCT/UNL) – Centro de Investigação de Materiais, o Laboratório de Instrumentação, Engenharia Biomédica e Física da Radiação (LIBPhys-FCT-UL) e o Departamento de Matemática da FCT-UNL.

Estas parcerias cobrem de uma forma, sempre que possível, interdisciplinar as áreas da Biologia, Química, Física e Matemática, e a sua execução estará a cargo das professoras Carla Vaz, Telma Rodrigues, Paula Paiva e Ana Cristina Santos. Terão como principais destinatários os alunos do Ensino Secundário de Ciências e Tecnologias e darão particular suporte ao novo projeto Erasmus+ KA229 da escola , que se propõe  partilhar boas práticas no ensino-aprendizagem das ciências, numa abordagem interdisciplinar, com escolas da Lituânia, Hungria e Turquia. 

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

As professoras Ana Fernandes e Luísa Marcelo, em parceria com a biblioteca, dinamizaram, entre 12 e 16 de dezembro, a participação dos alunos do 8ºAno da ESDS nos Desafios Alea, que são problemas do dia-a-dia, baseados em notícias publicadas em órgãos de comunicação social.

Read Full Post »

A prova decorrerá, na nossa escola, no dia 9 de novembro de 2016(4ªf), com início às 15h30m  e terá a duração de 2 horas. Se quiseres participar inscreve-te junto do teu professor de matemática.

Podes saber mais informação aqui:

om

clica para aceder ao site

Dina Viegas e Ana Fernandes

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

2

No dia 3 de março, deslocámo-nos a Setúbal, mais propriamente à Escola 23 Barbosa du Bocage, para participar na fase regional do concurso de Literacia 3D, já referido em anterior artigo aqui no Bibli. Os nossos campeões, a saber – Tomás Sousa do 5ºF (EBVR), Literacia da Leitura, Guilherme Fustiga do 7º A (ESDS), Literacia da Matemática, e David Silva do 8ºA (ESDS), Literacia das Ciências – estavam muito bem dispostos e conviveram bastante entre si. O mais novo dos três, o Tomás, deixou-nos mesmo um depoimento que passamos a registar:

O teste foi mais difícil, com mais perguntas e textos complexos; além da pressão.
Foi engraçado, o espaço era diferente do normal. Conheci pessoas novas.
Eu gostaria de um dia retornar a fazer esta experiência, e espero que o texto corra bem e represente bem o Agrupamento.
Até a entrevista eu desejo que me tenha corrido bem.
Além da prova regional, o dia foi ocupado com a participação numa reportagem para o programa da RTP 2 Zig Zag, tendo os nossos campeões sido entrevistados. Serviu também a ocasião para a organização da Porto Editora entregar os prémios da fase escola.

Agora só nos resta cruzar os dedos e esperar pelos resultados!
FR

Read Full Post »

Literacia3D_site_desktop_TOPO

Na sequência de um convite da Porto Editora, a nossa escola participou no Concurso Literacia 3D. Inscreveram-se e participaram com sucesso na 1ª parte do Concurso 43 alunos de Matemática do 7ºAno e 7 de Ciências do 8º.

Agradeço a colaboração preciosa dos elementos da equipa da BE, Helena Amaro e Fernanda Peralta, sem as quais não teria sido possível realizar todas as sessões, assim como da profª. Ana Fernandes pela organização logística e da profª. Sandra Silva pela resolução de problemas técnicos.

Agora segue-se a etapa distrital!

Fernando Rebelo (PB)

Read Full Post »

quinto impérioNa sequência de uma atividade realizada no âmbito do estudo da obra Mensagem de Fernando Pessoa, o aluno João Ribeiro, do 12ºF, associou a proposição inscrita na imagem ao lado, sobre o conceito de Quinto Império, à linguagem matemática, da forma que abaixo se apresenta, com o intuito de representar uma afirmação de cariz literário sob a forma de um raciocínio lógico-matemático.

Dulce Sousa (professora de Português do 12ºF)

  • Colaboração na revisão e edição de Fátima Delgado (professora de Matemática)
  • imagem editada daqui

joao_ribeiro

Read Full Post »

site_concurso201415

Este concurso é aberto à participação de todos os jovens que frequentem escolas públicas e privadas, desde o 1.º ao 12.º ano de escolaridade, e escolas profissionais acreditadas em qualquer modalidade de função com equivalência legal a esses níveis de escolaridade, de todo o país. O concurso consiste na escrita e ilustração de um conto que envolva conteúdos matemáticos e tem como principais objetivos fomentar hábitos de leitura e de escrita nos alunos, assim como promover a articulação entre diversas áreas do saber, desenvolver a capacidade de expressão e comunicação, estimular a imaginação. Os participantes podem concorrer a uma de oito categorias e de acordo com os ciclos de ensino em que estão integrados, na modalidade individual ou em equipa, num máximo de quatro elementos.

Saber +

Read Full Post »

Registamos com agrado a colaboração dos colegas das diversas disciplinas na divulgação temática/disciplinar do acervo da BE – com mais um esforço, as 5 ciências podem transformar-se em 6, 7, 8… quanto mais melhor, pois os livros querem-se com menos pó e mais leitores!

Desta vez, divulgamos uma seleção de obras de Matemática (que alguns professores do Ensino Básico têm levado para as suas aulas) –  uma disciplina tradicionalmente com poucas consultas e requisições de obras da BE (à exceção de manuais), esperando por isso com estas iniciativas inverter um pouco a situação.

Fernando Rebelo (PB)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

À medida que se aproxima o mês de Junho, alunos do 9º, 11º e 12º anos começam a pensar, ainda não nas férias que se avizinham, mas nos exames. Assim, aqui fica uma Estante com algumas sugestões da nossa BE que os poderão ajudar, não só nas disciplinas específicas em que vão ser avaliados mas também no método e atitude mais adequada para terem sucesso.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixamos igualmente a sugestão de dois sítios com informação relevante, particularmente para os finalistas do Ensino Secundário: o Guia Geral de Exames, do Ministério da Educação e Ciência, e o Guia do Estudante, disponibilizado com atualizações frequentes pelo Jornal Expresso.

gexpress

clique para aceder

logo

clique para aceder

Finalmente, publicamos uma interessante proposta de uma ferramenta didática para a disciplina de Matemática do Ensino Básico feita pela psicóloga da nossa escola, Teresa Alves Soares.

Lições de MATEMÁTICA em casa – Uma ideia que vale a pena divulgar

O meu primeiro contacto com a Academia Khan foi há cerca de dois anos, através de uma TED Talk do próprio Salman Khan. Desde então, tenho usado a KhanA, como uma wiki, geralmente quando tenho alguma dúvida sobre história mundial ou economia.

ka-simplified-logo-white

clique para aceder

Mas a história desta Academia começa muito antes, em 2004, quando Salman Khan, o seu fundador, que vivia em Boston, decidiu dar explicações de Matemática aos seus primos que viviam em Nova Orleães. Perante os 2200 quilómetros que os separavam, decidiu produzir pequenos vídeos explicativos e muito acessíveis, sobre as matérias que eles não entendiam. Os primos gostaram e mais tarde Khan começou a colocar estes vídeos no YouTube. Muitas pessoas que “tropeçavam” nestes vídeos, enviaram-lhe comentários e cartas de vários locais de todo o mundo, o que o incentivou a prosseguir com esta atividade. Rapidamente, milhares de jovens começaram a visualizá-los e a partilhá-los, para aprender MATEMÁTICA e os vídeos de Salman Khan passaram a ser os explicadores de muitos jovens, na sua própria casa.

Atualmente, a Academia Khan, organização sem fins lucrativos, desenvolve conteúdos (em inglês) muito para além da Matemática: Economia, Ciências, História, Humanidades, Informática… Para o seu fundador, a Academia não é mais que um conjunto de vídeos explicativos que pretendem fornecer informação básica, acessível a todos, em qualquer ponto do globo (a free world-class education for anyone anywhere).

A Fundação Portugal Telecom disponibiliza agora as lições de MATEMÁTICA da Academia Khan, do 2º ao 9º ano, adaptadas e traduzidas em Português, em http://m.khanacademy.sapo.pt/disciplina/matematica

Penso que a Academia Khan, para além de uma grande ideia, é uma ferramenta interessante e muito útil para os alunos, pois permite rever matérias já deram há vários anos, esclarecer dúvidas ou aprender matérias novas. Os mapas concetuais e os esquemas apresentados são construídos de forma muito intuitiva, fácil de usar e fácil de reter e recordar. Aconselho, em primeiro lugar, aos alunos e também aos pais que querem ajudar os filhos a estudar em casa, ou aos avós ou primos…

Podem ver também na página da Escola, no sítio do Serviço de Psicologia e Orientação – ESTUDAR MELHOR.

Teresa Alves Soares

Psicóloga da ESDS

Read Full Post »

clique para aceder ao sítio

Hypatiamat por causa de Hipátia [filósofa e matemática grega]. Ninguém dava nada por ela e agora todos lhe reconhecem importância. É esta a mensagem que queremos transmitir: quem não desistir, consegue!”, explica Pedro Rosário, vice-presidente da Escola de Psicologia da Universidade do Minho e coordenador do projecto Hypatiamat, um site interactivo onde se aprende Matemática.

A iniciativa foi lançada no início do ano lectivo e surgiu de uma colaboração entre a Escola de Psicologia da Universidade do Minho e o Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra. É dirigido a alunos do 2.º e 3.º ciclos do ensino básico. No site, os estudantes do 5.º ao 9.º ano podem encontrar, gratuitamente, jogos didácticos e exercícios de exames nacionais e internacionais. Nessas tarefas interactivas, os jovens não estão sozinhos, tendo o acompanhamento de tutores virtuais, que dão pistas de solução. A aprendizagem de matérias como os ângulos ou as probabilidades fica facilitada, garante Pedro Rosário, devido a um “ambiente rigoroso, mas friendly”.

in Público , 14-11-2012

Read Full Post »

No próximo dia 13 de outubro, às 20h50, estreia na SIC Notícias Isto é Matemática, um programa inovador e dinâmico, conduzido por Rogério Martins, que mostra de forma clara e surpreendente como a matemática faz parte de tudo aquilo que nos rodeia.

O “Isto é Matemática” será transmitido todos os sábados, pelas 20h50, com várias repetições ao longo da semana (domingos às 08h50, terças-feiras às 15h50, quartas-feiras, às 04h30 e sextas-feiras às 09h50).
As novidades do programa podem ser acompanhadas na sua página do Facebook .

O Isto é Matemática é um projeto da Sociedade Portuguesa de Matemática, produzido pela Sigma 3, com o apoio do COMPETE e Ciência Viva.

                                                                                                 
Veja a reportagem de lançamento do programa aqui

Read Full Post »

Todos nós gostamos de uma maneira ou de outra de jogos de vídeo, a tal ponto que se pode dizer que este tipo de jogos faz parte do nosso quotidiano. Assim sendo, porque gostamos destes jogos e porque nos interessamos igualmente pela informática, nós, alunos do 12º ano da nossa escola, José Castanheira e Oleg Vasylyev, desenvolvemos, nos nossos tempos livres, alguns jogos de computador em cuja programação  utilizámos vários conhecimentos de Física e Matemática, aplicados à informática. Três destes jogos foram apresentados no Laboratório de Física no Dia da Escola, atraindo a atenção de bastantes colegas nossos.

Tank Survival

Um desses jogos que aplica conceitos e equações da Física é o Tank Survival, desenvolvido no software da Microsoft Visual Basic, onde o jogador controla a força de lançamento de um projétil lançado por um tanque. Utilizando a funcionalidade do tanque, o jogador tenta sobreviver e angariar o máximo número de pontos. A posição do projétil, o seu alcance e a altura, necessários para a destruição dos inimigos é dada pela fórmula de lançamento de projéteis estudada na disciplina de Física, utilizando a velocidade de lançamento e aceleração gravítica. Se quiseres experimentar, podes fazer um download do jogo em: http://zegcorp.netai.net/TS.zip

Super C!

No entanto, o jogo que mais sucesso teve na nossa escola foi o Super C!. Trata-se de um jogo do género “plataformas” (como exemplo, o famoso Super Mário), cujas personagens são alunos da turma do 11ºC do ano letivo de 2010/2011, com um ambiente colorido e divertido, com inúmeros níveis, sendo os inimigos alunos da turma e os jogadores o criador e o seu amigo. Foi desenvolvido num software gratuito, o Game Maker, de fácil utilização para criação de programas de computador. Os gráficos e programação do jogo Super C! são da autoria do José Castanheira. Para download do jogo acede a http://zegcorp.netai.net/C!.zip

Finalemente, um terceiro jogo, o Zegpush, é um jogo matemático de tabuleiro, desenvolvido no software da Microsoft, Visual Basic, concebido por José Castanheira e  adaptado a software informático por Oleg Vasylyev. A regras do jogo e link para download encontram-se no site http://zegcorp.netai.net/

Espero que se divirtam com estas nossas criações e, se possível, partilhem os vossos comentários e opiniões.

José Castanheira e Oleg Vasylyev, 12º C

Read Full Post »

Na Escola Daniel Sampaio, na Sobreda, Almada, houve cinco vintes, três dezanoves e três dezoitos no exame nacional de Matemática, num ano em que as negativas à disciplina dispararam. A receita, dizem os alunos, é simples: trabalho, trabalho, trabalho.

Passaram 20 minutos depois do toque que pôs fim a um exame de melhoria. A manhã acabou de acabar. Na biblioteca da Secundária Daniel Sampaio há dez alunos do 12.º ano prontos para falar. Sente-se orgulho e nervoso miudinho.

São todos excepção à regra. Este ano as negativas no exame de Matemática A, do 12.º ano, dispararam. A taxa de reprovação atingiu os 20 por cento na primeira fase, contra 13 por cento em 2010. Apesar de a disciplina ter mantido uma média positiva, desceu de 12,2 para 10,6 valores.

Para falar da receita para o vinte ficam apenas quatro dos dez alunos do início desta história. Um 20, um 13, um 15 e outro 20. Da esquerda para a direita: Ruben Leston, Mónica Mendes, Miguel Mouzinho e Patrícia Pires.

Concordam que o bom resultado não tem uma receita com muitos ingredientes. É preciso «trabalho, trabalho e trabalho». Dá jeito «gostar do que se está a fazer» e «acreditar que se vai conseguir».

Todos têm ocupações fora da escola, cursos mais ou menos escolhidos e férias alinhavadas. Garantem quase em coro que não há muitas coisas que deixem de fazer por terem de estudar.

Ruben Leston, 18 anos, o primeiro a contar da esquerda, vai estudar Medicina ou Engenharia Espacial, ainda não decidiu. Tem uma média de «18 ou 19, dependendo de como correrem as melhorias», joga futebol e pratica natação.

«Temos de aprender a dosear o esforço. Tudo o que é demais é exagero. Não deixo de fazer nada por ter de estudar. Quando acho que estou a trabalhar demais vou dar uma volta, apanhar ar», contou.

Muitas vezes, acrescentou, «a Matemática é uma forma de escapar ao resto»: «Quando começamos a fazer exercícios e a estudar nem damos pelo tempo passar».

Na outra ponta da mesa, Patrícia Pires, 17 anos, vai estudar Medicina. A média de secundário passa dos 18. Este ano praticou atletismo e também sente o tempo a fugir quando faz exercícios de matemática. No dia do exame, diz, é importante que se «controlem os nervos».

«Acho que o melhor que temos a fazer antes de entrar para a sala de exames é controlar os nervos, a ansiedade e aquele turbilhão de emoções [por] sabermos que [o exame] é aquilo que nos distancia de conseguirmos atingir o nosso objectivo, que aquelas duas horas são o tudo ou nada», disse.

Miguel Mouzinho, 18 anos, o da cadeira número três, quer ser engenheiro mecânico. Tem uma banda e participa num programa de rádio. Teve 15 no exame e vai tentar fazer melhor na segunda fase. Diz que as explicações o ajudaram a consolidar a matéria e a combater a preguiça, e dá parte do mérito da nota à professora. Depois ouve-se um coro, elogios vezes quatro.

Que é dedicada, amiga, exigente, que é também responsável pelas notas. Fátima Delgado está há três anos com as três turmas de Ciências da escola. À Lusa disse considerar que, «mais importante do que contar os vintes, é olhar para o percurso fabuloso que muitos alunos tiveram».

Mónica Mendes, 18 anos, sentada na cadeira número dois, teve 13 valores no exame de Matemática. É atleta de alta competição e sai do Secundário com uma média de 15. «No primeiro teste, no 10.º ano, tive negativa. Não estava habituada ao ritmo da professora. Tive de me esforçar, trabalhar mais», contou.

A juntar a isto, acrescenta, com todos a assentir, pesa a favor o facto de funcionarem «como uma espécie de família»: «Somos todos amigos, ajudamo-nos e quem sabe mais ensina a quem sabe menos».

Dos 38.391 alunos que realizaram o exame de Matemática A na primeira fase, 135 obtiveram 20 valores.

por Joana Carvalho Fernandes, da agência Lusa, publicada no Sol de 23.07.11

Nota do editor: foi corrigido o nome da nossa colega de Matemática e o número de dezoitos obtidos pelos alunos citados na notícia

imagem daqui

clique para aceder à reportagem da RTP

Read Full Post »

O Canguru Matemático sem Fronteiras  é o maior concurso deste género no mundo, envolvendo 45 países e mais de cinco milhões de alunos. Os alunos são divididos por categorias, consoante o ano de escolaridade. As questões apresentadas envolvem alguns conhecimentos matemáticos, mas sobretudo apelam ao raciocínio lógico.

A nossa escola participou pela primeira vez neste concurso no ano de 2009. E já no ano de 2010, 4  dos nossos alunos ficaram entre os melhores classificados a nível Nacional. Em 2011, esse número ascendeu a 5. Estamos a falar em 5 alunos mas convém não esquecer que apenas na categoria Benjamim concorreram em todo o país, só no ano passado, 20538 alunos, tendo uma aluna da ESDS sido classificada em 18º lugar a Nível Nacional (e 2º a Nível Distrital).

O Clube de Matemática – O Ábaco, que irá funcionar pela 1ª vez na nossa escola no próximo ano lectivo, será um espaço em que, entre muitos outros desafios, se propõe desenvolver actividades que promovam o raciocínio lógico e lógico-dedutivo. Será um espaço onde os alunos,  entre outras, irão desenvolver actividades que apelam e promovem capacidades semelhantes às necessárias para concorrer ao Canguru Matemático sem Fronteiras, que por seu turno estimulam competências necessárias a um futuro académico e profissional promissor.

Se estás interessado em fazer parte deste clube consulta o site: http://clubes.eprofes.net/

Fátima Delgado

(professora de Matemática da ESDS)

Read Full Post »

Older Posts »