Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘B.D.’

Read Full Post »

mafalda_50_aniversarioSaber +

Read Full Post »

24AmadoraBD2013promocao_Page_1

clique para aceder ao programa

visite o site oficial

Read Full Post »

clique para ampliar

siga o Martim & Telmo no Facebook

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ana Margarida Carvalho, 10ºF

Read Full Post »

clique para ampliar

siga o Martim & Telmo no Facebook

Read Full Post »

Astérix é um habitante de uma aldeia que sobrevive e sempre sobreviverá ao domínio romano da Armórica na Gália. Viveu por volta de 50 a.C., no tempo da ocupação romana por parte de Júlio César. O seu pai chamava-se Astronomix e sua mãe Pralina. Nasceu no mesmo dia que o seu melhor amigo Obélix, no ano de 85 a.C.. De estatura baixa e de grande inteligência, as suas principais características são a astúcia, o seu espírito sagaz, o bigode loiro e o capacete com asas. Quando consome a poção mágica ganha uma força sobrenatural. A sua data de falecimento é desconhecida.

A Astérix são lhe confiadas todas as missões difíceis, que leva a cabo sem qualquer hesitação devido à sua capacidade de liderança e à sua perspicácia. Em todas essas aventuras é acompanhado pelo seu melhor amigo Obélix e seu cão Ideiafix. Obélix é o único guerreiro da aldeia que não tem o privilégio de consumir a poção mágica que o druida Panoramix faz pois, quando era pequeno, caiu num caldeirão cheio dessa poção, daí a sua grande força e o seu grande porte (não lhe chamem gordo que ele não gosta!). É exatamente devido à sua força que é carregador de menires de profissão. Apesar disso em todas as aventuras Obélix faz tudo para a provar dizendo muitas vezes: “Sinto-me tão fraquinho!”

Praticamente toda a aldeia desvaloriza os romanos, porém Astérix tem sempre muito cuidado com eles por precaução. Como ele vive numa das poucas aldeias resistentes ao exército romano, está cercado por quatro campos militares romanos: Aqvarivm, Babaorvm, Lavdanvm e Petibonnum. Apesar de tudo, as “forças irredutíveis” (como os romanos chamam aos gauleses) saem sempre vitoriosas. Porém não são só os romanos que têm medo dos gauleses – os piratas dos mares (e também dos rios) são outros que os temem. Em quase todas as histórias eles aparecem e em todos saem derrotados e com o barco partido ou acabam por ser eles a perder todo o seu dinheiro (o papel inverte-se!).

Os habitantes mais destacados da aldeia, além de Astérix e Obélix, são Panoramix, o druida que prepara diversas poções mágicas, entre elas uma que dá uma força sobrenatura; Cacofonix, o trovador, que faz divergir sobre si as opiniões do resto da aldeia: afirma-se um génio mas os outros acham-no abominável;  Matasétix o grandioso chefe da aldeia que apenas  tem medo de uma coisa  – que o céu lhe caia em cima da cabeça, mas, como ele costuma dizer: “Amanhã não será a véspera desse dia”.

A Banda Desenhada é da autoria de René Goscinny e de Albert Uderzo e ganhou diversos prémios, quiçá ainda venha a ganhar alguns mais. O seu título tem provem de astérisque que significa asterisco. Apesar de um dos autores ter falecido, o seu nome continua a figurar as capas dos livros. Uderzo faz assim homenagem ao seu companheiro de escrita de anos: Goscinny! Quando em 2009 a série de aventuras fez 50 anos, foi editado um livro comemorativo, o número 34 da coleção. Apenas em duas histórias o título inclui o nome de Obélix porque as outras todas ostentam o do seu companheiro.

Tiago Bernardino, 10º F

ilustração de Ana Margarida Carvalho, 10ºF; outra imagem daqui

Read Full Post »

Older Posts »