Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Agosto, 2010

Mais um post-convite à interactividade dos leitores na construção narrativa, mas neste caso à pura criatividade literária em modalidade de escrita colectiva.

Assim, no âmbito da comemoração do seu 20º aniversário, O PÚBLICO convidou Gonçalo M. Tavares a iniciar um conto que irá ganhar forma com a contribuição dos leitores. Num máximo de mil caracteres, envie-nos um texto que dê seguimento à proposta do escritor. Ao longo de um ano (até 5 de Março de 2011), o conto irá crescendo à medida da sua imaginação. Cada leitor pode enviar um máximo de dez textos durante a iniciativa. As contribuições devem ser feitas a partir do último contributo. Os textos a publicar serão escolhidos pela redacção do PÚBLICO.

(Nota: o texto em itálico é uma transcrição da edição online do Público, os sublinhados são da responsabilidade da edição do Bibli)

clique para aceder ao conto

Anúncios

Read Full Post »

Interessante (e muito pouco “linear”) esta combinação entre a interactividade, permitida pelas hiperligações, e a  animação, nesta história que aparentemente vai sendo construída  pelo lápis do desenhador em função das escolhas do espectador.

Assim, decida você mesmo o destino desta Linha, clicando, cada vez que a personagem pedir, num dos botões que vão aparecendo no ecrã à esquerda, neste filme de Patrick Boivin.



Read Full Post »

No âmbito da celebração dos 600 anos do Cabo Espichel, um grupo de voluntários organizou o festival Músicas pelo Espichel com o objectivo de alertar para a recuperação daquele local no concelho de Sesimbra. Os concertos terão lugar no próximo dia 10 de Setembro.

ler o resto da notícia em: Sol, 25.08.10

Read Full Post »

Apesar das questões levantadas acerca da sua funcionalidade e futuro como suporte documental numa era digital, a verdade é que muitos livros têm e terão sempre um valor intrínseco como objectos patrimoniais e, como tal, a sua preservação implica tantos cuidados como qualquer outro património artístico ou documental.

Já aqui, num Bibliciência anterior, foi abordada a forma como, já no séc. XVIII, a biblioteca do Convento de Mafra havia sido pensada para a protecção dos livros contra alguns dos riscos que ameaçam a sua conservação; desta feita, convidamos os leitores a consultarem uma curiosa infografia interactiva sobre as doenças que podem afectar os livros, publicada pela revista espanhola Muy Interesante.

clique para aceder à infografia

Read Full Post »

clique para aceder ao site

Na sequência de iniciativas como a eleição das Novas 7 Maravilhas do Mundo, cujos resultados foram revelados em Lisboa, num grande evento em 7 de Julho de 2007, em simultâneo com a eleição das 7 Maravilhas  Portuguesas e, finalmente, já em 2009, das 7 Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo, decorre agora a votação (entre 21 finalistas) das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

Os lugares finalistas estão divididos em 7 categorias, incluindo cada uma delas 3 candidatos. A votação, que poderá ser efectuada online (com login), sms, telefone ou através do Facebook, decorrerá até 7 de Setembro e os resultados serão divulgados num espectáculo de ampla cobertura mediática a decorrer em Ponta Delgada, a 11 de Setembro.

Mais uma vez, na linha das iniciativas anteriores, o objectivo é sensibilizar as populações para o seu próprio património, neste caso o património paisagístico português, e dar a conhecer a sua beleza e riqueza a um número cada vez maior de pessoas.

(clique na imagem para a ampliar)

Read Full Post »

"Vista da janela do estúdio", Nicéphore Niépce, 1827

Não se pode determinar com total exactidão  quando foi produzida a primeira fotografia mas a imagem ao lado, datada de 1827, é o registo mais antigo que chegou até aos nossos dias.

O autor, Niécephore Niépce, já vinha desde o início do século a fazer experiências com a camara obscura (tecnologia já conhecida no séc. XIX, dado que tinha sido utilizada previamente por astrónomos e artistas) tendo conseguido finalmente fixar a imagem nesta “Vista da janela do estúdio” (foto=luz+grafia=registo).

Durante muito tempo foi porém atribuído a Daguerre, com quem Niépce manteve uma colaboração no final da sua vida, a produção das primeiras fotografias (através da sua técnica conhecida como daguerreótipo) classificadas como tal, por volta de 1835, data dos primeiros registos fotográficos onde figuram imagens de seres humanos.

Desta já longa história de 183 anos de luz capturada distinguiram-se fotógrafos como Nadar, Man Ray, Helmut Newton, Robert Mapplethorpe – e, da novidade técnico-científica, sobreveio a arte, o documentalismo, a especialização; a História passou a ser feita também com este “novo” registo, quer como um objecto em si mesmo, quer como um registo de outros “objectos”, imortalizados em momentos icónicos.


Fernando Rebelo

Fontes: Wikipédia, YouTube, Koetzle (2005), Photo Icons – The story behind the pictures, Taschen

Read Full Post »

“A Internet é a primeira coisa inteiramente produzida pela humanidade, que a humanidade não entende; a maior experiência de anarquia que alguma vez tivemos”

Fonte: The Independent

Read Full Post »

Older Posts »