Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Mistério’

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

imageSILVA, Daniel, O Assalto, 2014, Bertrand Editora

Gabriel Allon, o protagonista de “O Assalto”, é um espião israelita e restaurador de arte. É incumbido de apanhar o assassino de Jack Bradshaw, um colecionador de arte ilegal, cujo cadáver é encontrado por um amigo do protagonista, pelo que, para o ilibar, Allon terá de descobrir o verdadeiro assassino.

A investigação desenrola-se em Inglaterra e França, descobrindo o protagonista que o assassinado estava envolvido numa transação de um quadro de Caravaggio.

Para tentar encontrar esta obra, Allon e a sua equipa montam uma armadilha. São bem sucedidos, no entanto, o intermediário do coleccionador ilegal aparece morto, ficando, naquele momento, arruinadas as hipóteses de descobrir o quadro.

Ao dirigir-se à caixa-forte de Bradshaw, Allon encontra uma carta endereçada a si, escrita pelo falecido. Ao lê-la, descobre que era o presidente sírio que se encontrava na posse do quadro desaparecido, bem como a localização de parte dos bens deste.

Mais tarde, o protagonista ganha acesso aos ativos do presidente sírio num banco austríaco. No entanto, através de chantagem, é obrigado a devolvê-los. Apesar disso, não fica de mãos a abanar pois consegue descobrir a identidade do assassino de Jack Bradshaw.

Para concluir a sua busca pelo Caravaggio, o protagonista regressa a casa do assassinado, percebendo que este tinha doado um quadro a uma igreja. Allon, um especialista em restauro, remove a camada superficial de tinta da obra, revelando o quadro perdido sob esta.

 É precisamente essa a minha parte preferida do livro – o momento que antecede esta descoberta:

[…] – O que se passou com o retábulo?

      – Foi roubado há cerca de um ano. O Signor Bradshaw despendeu imenso tempo a tentar recuperá-lo. Mais tempo que a polícia – acrescentou o padre – Lamento dizê-lo, mas o nosso retábulo tinha pouco valor artístico ou monetário.

     – E ele conseguiu encontrá-lo?

     – Não – respondeu o padre – Por isso, substituiu-o por um da coleção particular dele.

     – E quando foi isso? – perguntou Gabriel.

     – E onde está o retábulo agora?

     – Ali – respondeu o padre, inclinando a cabeça para a direita. – Na igreja. […]

Gostei bastante deste livro devido ao facto de misturar acontecimentos reais com fictícios, o que faz com que a história nos pareça quase real. Notei isto, por exemplo, em

1021179
“Natividade com S. Francisco e S. Lourenço”, Caravaggio

toda a história à volta do quadro de Caravaggio (pintor italiano famoso, que viveu entre 1571 e 1610), que existe mesmo, intitulando-se “Natividade com S. Francisco e S. Lourenço” e que, de facto, foi roubado de um museu. No entanto, o seu paradeiro nunca foi descoberto, sendo a parte do livro que narra o aparecimento da pintura totalmente fictícia.

Além disso, assuntos sobre espionagem interessam-me bastante, bem como histórias relacionadas com conflitos armados, como é o caso da guerra da Síria, assuntos estes que estão amplamente presentes nesta obra.

Por fim, penso que o modo como a ação se desenrola fornece à leitura um carácter “viciante”, pelo que as cerca de quatrocentas e cinquenta páginas passam a voar.

Por todas estas razões, recomendo este livro, principalmente a quem se interessa pelos assuntos anteriormente mencionados.

 Tomás Noválio,  10ºB

 

 

Read Full Post »

mmO que propomos aos nossos leitores para este mês de maio é uma visita aos mistérios das estantes da nossa biblioteca, cujos livros, agora revelados, oferecem, a quem os souber aproveitar, mundos de suspense e de emoção: segredos guardados desde há séculos, heróis que impedem a negra mão de conspirações globais de destruir a humanidade, fórmulas de deus e do diabo, surpreendentes revelações, ou as mais simples soluções para os mais complexos enigmas, aparentemente irresolúveis.

Desde o clássico mais clássico, de Agatha Christie e Conan Doyle, até ao já clássico português, bem mais moderno, de José Rodrigues dos Santos, é impossível não encontrar nestas estantes mistérios para todos os gostos para, por algumas horas, dias ou semanas, viver as aventuras que só existem nos livros, assistir aos filmes que só a nossa imaginação, transportada pelas palavras certas, consegue realizar: ler.

Fernando Rebelo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

Para dar as boas-vindas aos alunos recém chegados à escola, resolvemos fazer um escaparate com algumas das obras de maior êxito da nossa biblioteca, que tem “coisas” de amor, aventura, misteriosas e mesmo… horríveis. Aqui fica a primeira Estante deste ano letivo, já com resultados no terreno: mais de metade dos livros do escaparate já estão na companhia dos nossos leitores :).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »