Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Dicionário’

Filosofia, para maio: mais um mês, mais uma série de Bibliotecas Portáteis (para uso em sala de aula) temáticas-curriculares, selecionadas pelos docentes da especialidade. Pouco a pouco, vamos conseguindo divulgar o acervo da BE junto de professores e alunos em áreas mais específicas, rentabilizando os recursos documentais, mesmo em estantes mais recônditas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Read Full Post »

A Qwiki é uma espécie de Wikipédia cujos verbetes (entradas) são apresentados sob a forma de uma síntese multimédia (imagens, vídeos, audio e texto) a partir da expressão pesquisada pelo utilizador, que o software compila em tempo real a partir de outros sites. Segundo os seus promotores, representa o futuro das enciclopédias online, para uma obtenção rápida de informação de carácter científico-cultural.

Apesar de apenas estar disponível, de momento, em língua inglesa, não deixa de ser um conceito interessante no campo da apresentação da informação online, a merecer sem dúvida uma visita dos nossos leitores.

clique para aceder ao site

Read Full Post »

Apesar do empenho de muitos professores, entre os quais me incluo, em evitar o empobrecimento da língua, a superficialidade na escrita, temos de admitir, sob pena de sermos ultrapassados pelas circunstâncias, que as línguas, antes de serem realizações escritas ou orais de normas gramaticais, são sobretudo instrumentos dinâmicos e funcionais que, como tal, se vão adaptando aos contextos comunicativos.

Com a multiplicação dos meios de comunicação e da sua velocidade, a escrita como informação e expressão de emoções ganhou novos códigos, em que a abreviatura, a mistura do gráfico e do verbal (emoticons) têm um lugar predominante, assunto abordado mais extensamente no artigo Abreviaturas nos SMS podem modificar linguagem, na Revista online Ciência Hoje.

Não há bem nem mal nestas coisas… é a vida. E talvez o mais eficaz seja, em vez de remar contra uma inevitável maré, aprender e ensinar. Aprender também estas novas linguagens e aceitar as suas vantagens, nomeadamente a rapidez com que permitem a codificação de mensagens. Ensinar, particularmente aos jovens, que são quem mais as utiliza e melhor as domina, que há momentos para tudo:  tal como o registo literário sempre coabitou com o calão, também o smssês (ou o chatês :D) tem de coabitar com a complexidade sintática e a variedade lexical, que refletem ao fim e ao cabo a profundidade e a riqueza dos nossos pensamentos – mesmo que impliquem muito mais tempo e esforço a estruturar.

Aqui fica então, para quem não domina o internautês, uma sugestão de leitura.

Fernando Rebelo

clique para ampliar

clique para aceder a um extrato da obra

Read Full Post »

imagem original editada daqui

Read Full Post »

fonte: Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Read Full Post »

sugestões de Joana Pinto, 11º B

Fonte das palavras: Dicionário de Língua Portuguesa, Porto Editora

Imagem (editada) daqui

Outras sugestões:

Read Full Post »

Read Full Post »

Older Posts »