Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Dicionário’

Filosofia, para maio: mais um mês, mais uma série de Bibliotecas Portáteis (para uso em sala de aula) temáticas-curriculares, selecionadas pelos docentes da especialidade. Pouco a pouco, vamos conseguindo divulgar o acervo da BE junto de professores e alunos em áreas mais específicas, rentabilizando os recursos documentais, mesmo em estantes mais recônditas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

A Qwiki é uma espécie de Wikipédia cujos verbetes (entradas) são apresentados sob a forma de uma síntese multimédia (imagens, vídeos, audio e texto) a partir da expressão pesquisada pelo utilizador, que o software compila em tempo real a partir de outros sites. Segundo os seus promotores, representa o futuro das enciclopédias online, para uma obtenção rápida de informação de carácter científico-cultural.

Apesar de apenas estar disponível, de momento, em língua inglesa, não deixa de ser um conceito interessante no campo da apresentação da informação online, a merecer sem dúvida uma visita dos nossos leitores.

clique para aceder ao site

Read Full Post »

Apesar do empenho de muitos professores, entre os quais me incluo, em evitar o empobrecimento da língua, a superficialidade na escrita, temos de admitir, sob pena de sermos ultrapassados pelas circunstâncias, que as línguas, antes de serem realizações escritas ou orais de normas gramaticais, são sobretudo instrumentos dinâmicos e funcionais que, como tal, se vão adaptando aos contextos comunicativos.

Com a multiplicação dos meios de comunicação e da sua velocidade, a escrita como informação e expressão de emoções ganhou novos códigos, em que a abreviatura, a mistura do gráfico e do verbal (emoticons) têm um lugar predominante, assunto abordado mais extensamente no artigo Abreviaturas nos SMS podem modificar linguagem, na Revista online Ciência Hoje.

Não há bem nem mal nestas coisas… é a vida. E talvez o mais eficaz seja, em vez de remar contra uma inevitável maré, aprender e ensinar. Aprender também estas novas linguagens e aceitar as suas vantagens, nomeadamente a rapidez com que permitem a codificação de mensagens. Ensinar, particularmente aos jovens, que são quem mais as utiliza e melhor as domina, que há momentos para tudo:  tal como o registo literário sempre coabitou com o calão, também o smssês (ou o chatês :D) tem de coabitar com a complexidade sintática e a variedade lexical, que refletem ao fim e ao cabo a profundidade e a riqueza dos nossos pensamentos – mesmo que impliquem muito mais tempo e esforço a estruturar.

Aqui fica então, para quem não domina o internautês, uma sugestão de leitura.

Fernando Rebelo

clique para ampliar

clique para aceder a um extrato da obra

Read Full Post »

imagem original editada daqui

Read Full Post »

fonte: Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Read Full Post »

sugestões de Joana Pinto, 11º B

Fonte das palavras: Dicionário de Língua Portuguesa, Porto Editora

Imagem (editada) daqui

Outras sugestões:

Read Full Post »

Read Full Post »

Brioso (adjectivo) corajoso, generoso.

Efusivamente (advérbio) com efusão, expansivamente.

Embuchado (adj. , Part. passado) cheio (de comida).

Energúmeno (adjectivo) pessoa que, dominada por uma obsessão ou fúria, pratica disparates.

Escaganifobético (adjectivo) fora do comum, estranho.

Esquipático (adjectivo) esquisito, extravagante

Estalactite (subst.) concreção calcária suspensa da abóbada das grutas e produzida pela infiltração lenta das águas.

Estróbilo (subst.) inflorescência ou fruto, em forma de pinha

Hediondo (adjectivo) repugnante, imundo, feio.

in Dicionário Priberam, Porto Editora

Joana Pinto, 10ºB

Read Full Post »

Com a implementação dos novos programas do Ensino Básico e a confusão gerada pela (não) generalização das TLEBES, o Ministério da Educação decidiu disponibilizar online um Dicionário Terminológico para uniformização de conceitos e designações da gramática da língua portuguesa.

Independentemente do que possamos pensar destas alterações e da sua validade o site pode ser bastante útil para professores e alunos de Português, permitindo a quer a procura por domínios gramaticais, quer por palavras chave.

aceda ao Dicionário Terminológico

Read Full Post »

Salamaleque –  reverência exagerada, mesura: originária da expressão árabe “as-salaamu aleikum” (“que a paz esteja contigo”)

Anatidaefobia – medo de ser observado por patos

Corofobia – medo de dançar

Fobofobia – medo de fobias

Mafagafo – ave da familia do TUIUIÚ

Digringolar – Cair ou rebolar

Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico –  indivíduo que sofre de pneumoultramicroscopicovulcanossiliconiose, uma doença transmitida por um mosquito chamado pneumoultramicroscopicomosquitovulcanossiliconiotico.

Ginge – emoção

Read Full Post »

perlimpimpim s. m. 1. Pop. Us. na expressão pós de perlimpimpim, remédio para tudo. 2. Pós de efeitos maravilhosos, no dizer de alguns charlatães e prestidigitadores.

mirolho (ô) adj. s. m. Indivíduo que é vesgo, estrábico.Pl.: (ó).

bugiganga s. f. 1. Quinquilharia ou objecto de pouco valor, bagatela. 2. Rede de cerco.

100palavras03

tecnofilia s.f. Neologismo, formado pela aplicação do radical grego – filia (amizade, proximidade) à palavra tecnologia, e designa um comportamento de adesão, geralmente acrítica, às inovações tecnológicas.

tecnofobia s.f. Neologismo formado a partir de tecnologia e do grego phobos (medo). Medo da tecnologia moderna. Extremizada em obras de ficção, como o livro Frankenstein ou o filme Blade Runner. No quotidiano, manifesta-se como o receio em utilizar um computador ou uma caixa multibanco.

adaptado de:
http://www.priberam.pt e 
http://pt.wikipedia.org/wiki


Read Full Post »

Cancrívoro Que se alimenta de palavras02caranguejos

Rábano – Planta herbácea

Chafurdar – Revolver na lama

Parálio– Próximo do mar

Read Full Post »

Numa altura em que tanto se fala de Economia, achámos o tema bem a propósito para esta nova Estante, contando assim com as sugestões comentadas da nossa colega Paula Teixeira acerca de algumas das nossas últimas aquisições.

……………………………………………………………………………………………………………………………………..

Joseph E. Stiglitz,  Globalização, a Grande Desilusão, Lisboa, Terramar, 2002

globalizacaoHoje em dia todos falam de GLOBALIZAÇÃO.

É sem dúvida, um fenómeno complexo, gerador de riqueza, para alguns, factor de agravamento de desigualdades, para outros.

Para Joseph E. Stiglitz, Prémio Nobel da Economia em 2001, muitas questões se colocam:

Num mundo cada vez mais global quem zela pelo bem-estar global?

Quem impõe a procura da equidade na distribuição dos benefícios?

Faz uma abordagem crítica à forma como o processo da globalização tem sido gerido por instituições como o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional.

Considera que enquanto o crescimento económico não se traduzir em desenvolvimento o “descontentamento grassará”.

Recomenda-se a todos: aos “desiludidos” e também àqueles que ainda acreditam que a Economia pode ser uma “ciência útil”…

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

José Carlos Soares, Dicionário de Economia, Lisboa, Plátano Editora, 2008dicionario

Deflação, output gap, leasing, rating

Não sabe o que estas expressões significam?

Tem agora a oportunidade de adquirir alguns instrumentos fundamentais para descodificar a terminologia económica que nos invade o quotidiano.

Não hesite! Consulte-o, sempre que alguma dúvida surge!

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

atlasPascal Boniface (Dir.), Atlas das Relações Internacionais, Lisboa, Plátano Editora, 2005

Qual será o futuro da Rússia?

Será possível a paz no Médio-Oriente?

Serão os EUA uma potência hegemónica?

Esta obra ajuda a descodificar os grandes acontecimentos e as principais tendências da evolução do mundo contemporâneo.

Indispensável para melhor compreender os mecanismos e relações de poder do nosso ambiente internacional.

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

china1John Farndon, O Despontar da China, Lisboa, Plátano Editora, 2007.

Não interessa se é gato preto ou branco: desde que apanhe ratos, é um bom gato

Deng Xiaoping

Venha conhecer como uma das mais antigas civilizações do Mundo, apostando no modelo “um país, dois sistemas”, se transformou numa economia emergente que, apesar das múltiplas contradições internas, ameaça a hegemonia das potências ocidentais…

Profª Paula Teixeira

Read Full Post »