Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘2017’

Em outubro, cumprindo-se a tradição, iniciou-se a comunicação dos galardoados com os prémios Nobel, sendo que, este ano, houve consenso em relação aos nomeados, não se registando nenhuma polémica como aconteceu no ano anterior em relação ao prémio de literatura. Mais uma vez, os distinguidos são todos do sexo masculino. Assim, o Prémio Nobel da Medicina foi atribuído aos investigadores norte- americanos Jeferry C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young por descobertas relativas a mecanismos moleculares que controlam o ritmo circadiano, o chamado ‘relógio biológico’ que dura  24 horas e permite aos seres vivos adaptarem-se às diferentes fases do dia e da noite. Foram atribuídos até hoje 108 prémios Nobel da Medicina e em apenas 39 vezes foram entregues a um único laureado.

1

O Prémio Nobel da Física foi concedido aos cientistas astrofísicos norte-americanos Rainer Weiss, Barry C. Barish e Kip S. Thorne, pelo seu estudo e observação das ondas gravitacionais. Segundo o comité Nobel “está-se perante algo totalmente novo e diferente, que abre mundos até agora insuspeitos…um sem fim de descobertas estão agora ao nosso alcance após terem sido, finalmente, capturadas as ondas e entendidas as suas mensagens”. Os três cientistas são responsáveis pelo Observatório de Interferometria Laser de Ondas Gravitacionais (LIGO) que tem como principal missão observar ondas gravitacionais de origem cósmica, pelo que as suas descobertas são consideradas um avanço notável na investigação confirmando a Teoria de Relatividade de Albert Einstein de há um século.

2

O  Nobel de Química distinguiu o suiço Jacques Dubochet, o alemão Joachim Frank  e  o  escocês Richard Henderson  pelo “desenvolvimento da criomicroscopia eletrónica para a determinação em alta resolução da estrutura de biomoléculas numa solução”. Segundo nota da academia, “o mérito dos premiados consiste em criar métodos que geram imagens tridimensionais das moléculas da vida”, sendo que a estrutura dessas moléculas está diretamente relacionada com o que são capazes de fazer, e conhecê-la e fotografá-la ajuda a entender sua função. A criomicroscopia eletrónica permitiu congelar essas biomoléculas em movimento e tirar uma foto delas com resolução a nível atómico. Graças a isso, foi possível observar, com precisão, proteínas que provocam resistência a tratamentos de quimioterapia contra as doenças oncológicas ou aos antibióticos que empregamos contra as infecções.

3

Quanto ao Nobel de Economia, atribuído desde 1969 e cuja designação oficial é Prémio do Banco da Suécia para as Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel, foi justificado pela Academia Real Sueca das Ciências pelo contributo que Richard Thaler, professor da Chicago Booth School of Business, deu para a “compreensão da psicologia da economia”. Referindo ainda que “as contribuições de Richard Thaler construíram uma ponte entre a análise económica e a análise psicológica, no processo de tomada de decisões a nível individual”, assim como “as suas conclusões empíricas e teóricas têm sido cruciais para a criação da área da economia comportamental, que está em rápida expansão, e tiveram um impacto profundo em várias áreas da pesquisa e da política económica”.

4

Nobel da Economia

O Nobel da Literatura foi atribuído ao excelente escritor inglês Kazuo Ishiguro  nascido em  Nagasaqui, Japão, em 1954  pelos  seus “romances de grande força emocional, que revelam o abismo da nossa ilusória sensação de conforto em relação ao mundo”. Autor de obras memoráveis como “As colinas de Nagasaki”,  “Os Despojos do Dia”, vencedor do Booker Prize, “Quando Éramos Órfãos “, “Nunca me Deixes”,  “Nocturnos”  e  “O Gigante Enterrado”. O autor considerou que o prémio atribuído representa “uma honra magnífica”, que o coloca nas pegadas “dos maiores autores que já viveram”. Acrescentou ainda que “O mundo vive um momento muito incerto e eu espero que todos os prémios Nobel possam ser uma força positiva no mundo. Ficaria profundamente comovido se pudesse de algum modo contribuir para uma atmosfera positiva em tempos tão incertos”.

5

Nobel da Literatura

 

O Comité Nobel norueguês atribuiu o Nobel da Paz à  Campanha Internacional para a Abolição de Armas Nucleares.(ICAN) pelo trabalho feito para a eliminação de armamento nuclear no mundo. Esta escolha surgiu numa conjuntura internacional tensa pois a Coreia do Norte multiplica ensaios nucleares e disparos de mísseis balísticos além de que pode estar em risco o acordo sobre o programa nuclear iraniano assinado em 2015 entre o Irão, Alemanha e os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas (China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia). Nesse sentido, o Comité apelou aos Estados detentores de armas nucleares para se comprometerem a eliminar gradualmente os respetivos arsenais pois estima-se  existirem cerca de 15 mil armas nucleares,  acrescentando a presidente do Comité norueguês, Berit Reiss-Andersen, que “vivemos num mundo onde o risco de recurso a armas nucleares é maior do que era desde há muito”. A porta-voz da organização ICAN, Daniela Varano, em declaração à atribuição do prémio disse que este refletia o “reconhecimento do trabalho de todos os ativistas ao longo dos anos e, muito especialmente, dos Hibakusha isto é, os sobreviventes das duas bombas atómicas lançadas no Japão no final da II Guerra Mundial. ” Num comunicado posterior a ICAN   salientou que, com aquela atribuição, “se ilumina o caminho para um mundo livre de armas nucleares”.

SWITZERLAND-NOBEL-AWARD-PEACE

Mais uma vez, e cumprindo também a tradição, a cerimónia de homenagem e entrega dos prémios aos laureados realiza-se em 10 dezembro, data de aniversário da morte do patrono Alfred Nobel. O da Paz será entregue em Oslo City Hall pelo rei de Noruega e os restantes no Stockholm Concert Hall  pelo rei da Suécia Nestas cerimónias cada laureado além do prémio monetário receberá um  diploma, certificado  e medalha do Prémios Nobel que tem o mesmo design desde 1902. Como se costuma dizer, é a homenagem “aos melhores entre os melhores” e que nas diferentes áreas têm contribuído para o progresso da humanidade.

Luísa Oliveira

Anúncios

Read Full Post »

Feliz 2017!

2017

Read Full Post »