Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘12º Ano’

Durante as férias de Verão, perguntámos aos nossos leitores na nossa Sondagem do Mês, qual a obra de Saramago que consideravam mais marcante. Das várias opções apresentadas e da possibilidade de indicar outras, surgiram à cabeça, com um empate de 26%, Memorial do Convento e Ensaio sobre a Cegueira, logo seguidos de outro empate, com 13% dos votos cada, Evangelho Segundo Jesus Cristo, O Ano da Morte de Ricardo Reis e Caim. Um último empate resultou ainda de 4,5% (9% no total) dos leitores ter atribuído essa distinção ora a Jangada de Pedra ora a As Intermitências da Morte.

Como nota inicial, é de salientar que nenhuma das obras apagou por completo as outras e que provavelmente, apesar de alguns romances, por uma razão ou por outra se terem tornado mais emblemáticos, os leitores têm as suas preferências muito diversificadas. Não é de todo surpreendente que Memorial do Convento tenha ficado, ainda que ex aequo, em primeiro lugar. Tal como não é por acaso que o epitáfio que escolheram para o autor seja um excerto do último parágrafo dessa obra (Mas não subiu às estrelas se à terra pertencia). Desde que foi publicado em 1982, o “Memorial” tem vindo a tornar-se um “clássico” mundial da nossa literatura, ganhando honras de obra de leitura integral no 12º Ano e fazendo do Convento de Mafra um local de peregrinação internacional no roteiro saramaguiano.

Infelizmente, Saramago já não é o único autor vivo a ser estudado no Ensino Secundário e os alunos do 12º Ano, que em plena época de exames, se deram conta disso, comentam com emoção a notícia da sua morte no seu blog do Público Nota Final.

Talvez por ter sido adaptado ao cinema, Ensaio sobre a Cegueira ganha um destaque idêntico. Escrito muito mais tarde (1995), impressionou já outra geração de leitores e ganhou uma dimensão de metáfora universal da miséria e crueldade humanas. Esta obra foi já tema de um post aqui no Bibli, da autoria de Joana Lopes, na rubrica Livro da Minha Vida, contando com 1240 visitas e diversos comentários, que atestam a sua popularidade.

Evangelho Segundo Jesus Cristo e Caim, pelas polémicas religiosas (e até políticas) que na altura da sua publicação suscitaram, foram também para alguns as obras mais marcantes, tendo sido curioso que  este derradeiro livro  de José Saramago revisite um dos  seus temas recorrentes: Deus e a Bíblia.

O Ano da Morte de Ricardo Reis é referido por muitos como a sua obra prima, particularmente por outros escritores e personalidades mais associados à literatura – a sua relação especial com o universo de Fernando Pessoa e com  a cidade de Lisboa, constiturão talvez uma das marcas da identidade literária, portuguesa e lisboeta do seu autor.

Ainda referidos por alguns leitores-votantes, Jangada de Pedra (também adaptada ao cinema, embora com menos mediatismo que Ensaio sobre a Cegueira) remete-nos para outra faceta do ideário de Saramago – o iberismo – sendo As Intermitências da Morte mais uma das suas fábulas, com raiz numa ideia inicial: “e se”…um dia ninguém morresse?

Mas porque esta sondagem apenas serviu de pretexto para lembrarmos o que ficou do homem  que partiu – os livros que escreveu – recomendamos aos nossos leitores que visitem a infografia publicada pelo jornal Sol, que permite uma rápida e fácil consulta interactiva de toda a sua bibliografia, quer por datas, quer por géneros literários.

Sugerimos ainda a leitura do caderno P2 do Público, Saramago, de 26 de Junho de 2010 (que pode ser acedido aqui), com imensos depoimentos e artigos de muitas personalidades nacionais e internacionais que com ele lidaram de perto ou que simplesmente o leram e quiseram deixar testemunho sobre o homem e a obra.

Finalmente, no limiar de um novo ano lectivo, gostaríamos de desejar que os alunos que iniciem a leitura de Saramago com o Memorial do Convento, venham também a apreciá-lo e que encontrem na sua escrita algumas das razões porque a tanta gente deixou saudades.

Fontes:

Sol, Público, Fundação Saramago e Outros Cadernos de Saramago

Nota: grande parte dos títulos da obra de José Saramago encontra-se disponível para requisição na nossa biblioteca

Anúncios

Read Full Post »

Para quem necessita de informação sobre o acesso ao Ensino Superior em Portugal, uma página muito útil da Direcção Geral do Ensino Superior,  com índices de cursos disponíveis, pesquisas por áreas geográficas e temáticas; pesquisa parametrizada pelas condições do estudante, legislação existente e modificações introduzidas pelo Processo de Bolonha. A não perder para quem já pensa no período pós-exames.

clique para aceder aos site da DGES

Read Full Post »

Enquanto decorrem os exames nacionais do 9º e 12º Anos, o Jornal Público mantém um blog sobre o tema, com informação e materiais relevantes em actualização constante para quem se quer manter a par do que se vai passando. O Blog contém notícias, pareceres de especialistas, regras e calendários assim como as provas que vão sendo realizadas e as respectivas correcções.

aceda ao blog

Ainda associado a este blog, surge um outro constituído por contribuições de alunos em época de exames. Os alunos são assim convidados a escrever sobre as suas experiências, antes e depois das provas, o modo como vivem melhor ou pior esta fase da sua vida escolar. De leitura interessante para todos os agentes educativos, mas seguramente a não perder para quem, sozinho, na solidão do estudo lhe apetecer  conhecer ou partilhar opiniões e emoções com outros que estão no mesmo barco.

aceda ao blog

Read Full Post »